27.4.14

The Way Things Are Supposed To Be (Parte 3)

SérieIn His Sights
Resumo da Série: Série de histórias pós-Warrior.
Resumo da história: Quando Lois tem que cuidar de uma Chloe devastada após o desaparecimento de Oliver, ela descobre que tem um monte de coisas que não sabia sobre o trabalho e os amigos de sua prima.
Autorafickery
Classificação: PG-13
Spoilers: Salvation
Nota: tradução sugerida pela Ciça e pela Sam.

Histórias anteriores:
Moondance (parte 1) (parte 2)
Taking A Meeting
The Way Things Are Supposed To Be (parte 1) (parte 2)



No momento ela estava sentada com as pernas cruzadas no chão, dobrando roupas e meio assistindo spinoffs de CSI. Provavelmente CSI: Poughkeepsie. Talvez naquela noite os detetives investigassem a misteriosa morte de um recém-transferido ex-Chefe de Operações que fora encontrado com um ferimento em seu testículo esquerdo. Agora esta seria uma história para segurar sua atenção.

Ela olhou para Chloe sentada no sofá. Ela não parecia tão interessada no programa, mas ela não podia tirar muitas conclusões disso. Desde aquele dia na Queen Industries ela andava muito mais -- bem, parecida com a Chloe -- do que a versão desconectada com que ela vinha convivendo no último mês.

Vic planejara ir até lá naquela noite, mas cancelou se desculpando, dizendo vagamente que era algo de última hora que havia aparecido para o time. Já que o único negócio do time era procurar por Oliver, ela interpretou como Precisamos seguir uma pista que provavelmente dará em nada, como todas as outras que seguimos, e não quero te encher de esperanças. Ela entendeu e não o pressionou.

*-*-*-*

Do outro lado do mundo, Clark e AC conversaram com Victor na Watchtower. "É ele mesmo? Tem certeza? Como ele está?" Em dúvida se era apenas outro sinal no GPS, como muitos outros que tinham seguido nas últimas semanas, mas desta vez Ollie realmente estava do outro lado.

AC olhou para ele, sentado numa pedra, Bart sobre ele tentando fazê-lo beber água. "Pra te dizer a verdade, ele está EXATAMENTE como um cara que foi sequestrado, que apanhou e foi torturado durante o último mês", ele disse. Até aquele momento eles tinham catalogado um olho roxo, mandíbula machucada, lábio cortado, e muitas contusões e cortes para contar. Havia sangue seco em seu cabelo de alguns ferimentos no couro cabeludo. Ele estava mancando e segurando o lado direito; Clark não precisou da visão de raio-x para saber que ele tinha algumas costelas quebradas. Seu uniforme de Arqueiro Verde tinha marcas de sujeira e sangue seco e também havia um longo corte no couro. Seu capuz e óculos tinham desaparecido junto com sua aljava.

Bart foi até lá. "Precisamos levá-lo até Emil o mais rápido possível, certo?" Ele olhou para Clark. "Eu posso levá-lo mais rápido que você, mas não sou forte o suficiente para levantá-lo sem machucar ainda mais. As costelas..."

"Não, eu o levo", Clark disse. Eles foram até Oliver. "Oliver? Vamos te levar até Emil."

"Não", Oliver disse. Sua voz rouca pela falta de uso. "Casa. Chloe."

Eles se entreolharam. "Oliver, você está ferido. Você precisa de cuidados médicos", Clark disse num tom de voz usado para racionalizar com loucos ou crianças. "Bart pode levar Chloe até o hospital."

Oliver balançou a cabeça. "Chloe. Chloe primeiro."

"Pessoal, a esta altura, alguns minutos vão fazer diferença?" disse Vic. "Levem-no até Chloe, e depois os levamos até Emil."

AC deu de ombros. "Por mim tudo bem."

"Eu ligo para avisar Lois?" perguntou Vic.

"Estarei lá em alguns minutos. Avisar não vai ajudar em nada", disse Clark. "Mas ligue para Emil e diga que ele precisa tratar Oliver logo."

"Certo", disse Vic.

Deduzindo que carregá-lo numa modificação do estilo noiva seria melhor para evitar mais ferimentos, Clark cuidadosamente pegou Oliver, fazendo um careta em simpatia quando Ollie respirou fundo, e voou em direção a Smallville.

*-*-*-*

Lois se levantou quando ouviu a batida, ansiosa para abandonar sua tarefa tediosa. "Talvez Vic conseguiu vir afinal", ela disse por sobre o ombro.

Chloe ainda olhava para seu chá de camomila. Por que Lois continuava lhe dando aquela porcaria? Ela ODIAVA chá de camomila. Ela costumava tomar café o tempo todo. Por que não podia tomar café como uma pessoa normal? Elas viviam sobre uma cafeteria, pelo amor-de-Deus.

Tão absorvida ela estava nessa linha de pensamento que não registrou o primeiro arfar de Lois. Mas as primeiras palavras que saíram de sua boca. "Oh meu Deus. Oliver."

O tempo parou. Era como se ela tentasse se mover debaixo da água. Lentamente ela levantou a cabeça, lentamente se virou para a porta. Ela prendeu a respiração, com medo da esperança, até os primeiros tons de verde aparecerem em sua visão periférica. De alguma maneira ela se levantou e deu a volta no sofá, sem saber como tinha chegado ali.

Oliver mancou para dentro do apartamento, parcialmente apoiado em Clark. Seus olhos estavam procurando, sem ver, até encontrá-la. Ele estivera no deserto durante cem anos, e ela era a água que ele precisava beber. O oxigênio que ele precisava para respirar.

Ela sabia que não era uma miragem ou alucinação, porque mesmo em seus piores pesadelos ele nunca estava tão mal assim e ainda estava vivo. "Chloe", ele disse, a voz rouca.

Ela foi até ele, a centímetros, e parou, abrindo os braços. Ele estava claramente tão machucado, ela não sabia como ou se era seguro tocá-lo sem machucá-lo ainda mais. Reconhecendo seu dilema, ele afastou-se de Clark e deu o último passo na direção dela, segurando seu rosto com as mãos e apoiando sua testa na dela.

"Você está ferido. Temos que te levar até Emil."

"Eu tinha que ver você primeiro", ele disse.

Ela não tinha derramado uma única lágrima desde que ele sumira. Nenhuma. Ela andava tão anestesiada, tão congelada. Mas agora ela conseguia sentir surgindo, todo o luto que ela escondeu, a necessidade, exigindo sair. Os portões se abriram e ela explodiu em lágrimas, soluçando com toda a dor de seu coração, todo o desespero, toda a solidão do último mês.

"Chloe. Juro que parece pior do que é. Eu estou bem. Querida, eu estou bem. Contanto que eu esteja aqui com você, eu estou bem." Fazendo uma careta, ele a tomou cuidadosamente nos braços.

Quando isso aconteceu? Clark se perguntou, observando as cabeças dos dois loiros tão próximas. Oh, ele sabia mais ou menos que eles estavam envolvidos -- Chloe dera a Lois uma vaga ideia uma vez -- mas ela dizia com tanta certeza que eles estavam 'apenas se divertindo'. Ele sabia que era besteira no dia que a Checkmate sequestrou os dois -- eles ficaram tão felizes em ver um ao outro quando Ollie retornou a Watchtower, e mais tarde, quando ele descobriu que Chloe havia sido pega, os sentimentos de Oliver estavam na cara para qualquer um ver. Mas mesmo aquilo estava bem longe... disso. A agonia de Chloe enquanto ele estava desaparecido, a insistência de Oliver em vê-la antes de receber cuidados médicos; isto -- ele se mexeu desconfortavelmente -- era coisa do tipo almas gêmeas.

Parando ao lado dele, os lábios de Lois tremeram e lágrimas correram por seu rosto. Cegamente ela passou por ele e saiu pela porta, descendo as escadas. Oh não, o que foi agora? ele pensou, consternado. Não me diga que ELA tem sentimentos por Oliver. Dando outra olhada em Chloe e Oliver, ele correu atrás dela, diminuindo a velocidade alguns degraus acima dela e correndo os últimos para parar na frente dela. "Lois, você está bem?"

Ela olhou pra ele, sorrindo entre as lágrimas, surpreendendo-o. "Eu te disse recentemente que te amo?"

"Não", ele disse, surpreso. A verdade era, ele não fazia ideia de como ela se sentia sobre ele desde a noite em que não a pediu pra ficar por ele, em que não concordou em parar de esconder segredos dela.

Ela desviou o olhar por um momento e pareceu tomar uma decisão. Fungando um pouco, ela disse, "Eu... quero dizer uma coisa, e você provavelmente não vai gostar muito da primeira parte, mas apenas... me ouça até o final, ok?"

"Ok", ele disse, já não querendo ouvir a primeira parte.

Ela respirou fundo. "Eu amei Oliver. Amei. Bilionário filantropo maravilhoso com um ótimo senso de humor, como não amar? E eu sei que ele me amou. E quando terminamos, foi... realmente difícil para nós dois. Demorou um pouco para seguirmos em frente.

"Mas eu nunca o amei daquele jeito", ela disse, acenando com a cabeça na direção do apartamento acima. "Não como Chloe o ama. E ele certamente nunca me amou como a ama. Nem perto." As lágrimas recomeçaram, algumas caindo. "E eu só -- estou tão agradecida -- que tudo aconteceu do jeito que deveria. Teria sido tão fácil para Oliver e eu ficarmos juntos, sabe? Nos amávamos, nos dávamos bem, tínhamos um bom senso de humor. Mas..." -- sua respiração acelerou -- "...ele e eu nunca teríamos o que ele e Chloe têm... ou o que você e eu temos." Ela sorriu através das lágrimas novamente. "E eu acho que isso é maravilhoso, que temos muita sorte ou que o universo realmente conspirou, que não importa o quanto tentemos estragar as coisas, de alguma forma, o destino consegue entrar e colocar tudo na direção certa."

Seu olhar se suavizou enquanto a ouvia. Segurando seu rosto nas mãos, ele enxugou suas lágrimas com os polegares, então a beijou gentilmente e a pegou nos braços. Ela fungou e enterrou o rosto em seu ombro.

Ele olhou por sobre a cabeça dela para o apartamento acima, checando Chloe e Oliver com sua audição e visão de raio-x. Eles não tinham se movido, ainda estavam nos braços um do outro. Ele ficou aliviado ao ver que o choro de Chloe tinha parado.

Ela acariciou o rosto dele. "...te amo tanto", ele a ouviu dizer. "Eu tive tanto medo de não poder dizer de novo, pessoalmente."


"Precisar ouvir você dizer pessoalmente foi o que me manteve vivo esse tempo todo", ele disse. Ele inclinou o queixo dela e a beijou.


Ele voltou sua atenção para a mulher em seus braços. Ele queria aquilo, o que Chloe e Oliver tinham. Ele quase tinha contado a Lois seu segredo tantas vezes, mas sempre desistiu. Se o último mês não tivesse provado o quão forte ela era, ele não sabia o que provaria. E se ela ainda não achava que podia ser namorada de um super herói, bem então -- ele precisava saber disso de qualquer jeito.

"Lois? Quando as coisas estiverem calmas e soubermos que Oliver vai ficar bem, podemos apenas... ir para algum lugar tranquilo e conversar? Eu preciso te dizer uma coisa."

Ela se afastou dele, enxugando os olhos. "Oh, pelo amor de Deus, Clark, eu sei que você é o Blur. E talvez eu esteja cansada de ficar perto de super heróis por causa do último mês, mas parece que todo mundo sabe. Então vamos subir e separar aqueles dois para você levar Ollie até Emil, e então você volta para pegar Chloe e eu. E assim que soubermos que Oliver vai ficar bem" -- ela colocou as mãos nos quadris -- "...podemos ir a algum lugar tranquilo e você pode me explicar porque sua namorada foi a última pessoa no mundo a saber sobre seu alter ego."

Ele percebeu que estava com a boca aberta e a fechou rapidamente. Ela sabe. Ela sabe e ainda me ama.

Ela se inclinou e plantou um beijo enfático em seus lábios. Endireitando-se, ela balançou a cabeça. "Idiota", ela disse com exasperada afeição, e virou-se para subir as escadas. Estupefato e aliviado, ele só pôde sorrir por um momento.

Talvez Lois esteja certa. Talvez tudo tenha acontecido do jeito que deveria afinal. Ele passou por ela para que pudesse abrir a porta pra ela no alto das escadas.

_________________________________________
PRÓXIMA HISTÓRIA: The New Normal (Parte 1)

_______________________________________________________________________________

19 comentários:

  1. Chega da perspectiva da Lois, né? hahahahaa

    E tava sofrendo com Chloe e Oliver separados :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chega, né, Roberta?! Mas agora está tudo bem, ou no caminho para ficar bem, eles estão juntinhos novamente.

      Excluir
  2. Eu e minha caixa de lenços de papel amiga... *snif*

    Esse reencontro é lindo demais! E a Lois redimida, como todo mundo queria que tivesse sido na série, é um bônus...
    [E o Clark paspalho é o mesmo de sempre, duhhhh]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awww, Ciça! Foi lindo né? Sim, um grande bônus... Ah, o Clark é idiota forever!

      Excluir
  3. não gostei ..... o texto foi mais focado na lois/clark do que no reencontro da Chloe e do Oliver
    desculpe mas eu odiei

    #superrevoltada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Emilia. Tudo bem não ter gostado... Eu também preferia que o foco tivesse sido em Chlollie, mas concordo com a Ciça, foi um meio de resgatar oque Lois deveria ter feito por Chlollie em Smallville.. Agora a história que vem em seguida é focada só nos dois, tenho certeza que a autora vai conseguir se redimir com você. Beijos.

      Excluir
  4. Enfim juntos!! \o/

    Que incrível a dimensão desse amor, tão imenso que se torna impossível que os que estão ao redor deles não serem capaz de notar... *-*

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enfim, GIL!!!! :DDD Achei isso legal também. É tão grande que todo mundo percebe... Lindo, lindo!

      Excluir
  5. Finalmente Ollie de volta :D
    Que lindo ele querendo ver a Chloe primeiro que tudo ai esses dois <3
    E chega de Lois mesmo ja deu né?! Kk odeio a lois falando que o Ollie amava ela afzao ninguem quer lembrar desse momento n tão inteligente da vida dele --'
    Beijooo
    Jami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, gostei da sua definição... momento nada inteligente da parte dele... Ele era um bobão e mulherengo apenas, perdidaço... Mas aí chegou nossa maravilhosa Chloe para salvá-lo e agora só os dois, pelos olhos dos dois, ok? Beijos.

      Excluir
  6. Olá leitora nova aqui . Depois de um longo tempo procurando fics Chlollie consegui encontrar *-*
    Estou completamente apaixonada pelo blog, parabéns.

    Foi tão lindo o reencontro , tão perfeito, tão Chlollie ! Só a Lois ai no meio que deu uma estragadinha kkkk
    Esperando anciosa pelo proximo :)

    Anye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiii, Anye!!!!! Seja bem-vinda, aqui você vai encontrar MUITAS fics Chlollie!!!!!! As melhores!!! :D Obrigada pelo seu comentário... Ah, o reencontro foi muito lindo, sim poderia ter tido um pouco menos de Lois, mas nada de Lois no futuro... Beijos e continue conosco!

      Excluir
  7. Respostas
    1. Oi, Emilia, assim que conseguir revisar posto, ok? Tento para amanhã...

      Excluir
  8. quando vao postar o proximo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, por conta do trabalho só vou conseguir revisar mesmo no fim da noite ou amanhã, ok? Beijos.

      Excluir

Google Analytics Alternative