1.6.12

Beauty In The Breakdown IX- 'Fessing Up (parte 9)

TítuloConfissões
Resumo da série: Com Oliver ao seu lado, Chloe aprende a se libertar, encontrar a paz e se apaixonar. 
Resumo da história: Chloe decidiu e se casou. Lois não está feliz.
Autorababydee1
Classificação: PG-13
Banneralxnhnt22

Histórias anteriores:


Eles passaram outra meia hora na varanda trocando doces e demorados beijos e suaves risadas, desfrutando o calor da companhia um do outro. Finalmente, Oliver ergueu a cabeça e olhou pela janela para a sala do Talon, onde Clark permanecia sentado.

“Você vai falar com ele?” ele perguntou, e ela riu.

“Pra quê?” ela respondeu. “O que está feito está feito, todo o grito do mundo não vai fazer diferença agora.” Ela parou e sorriu tristemente. “Eu admito, eu estou tentada a deixa-lo sofrer um pouco mais, ele com certeza merece... mas acho que já tivemos dor suficiente por um ano.”

Ele suspirou aliviado e assentiu. “Bem falado, Sra. Queen.”

“Além do mais”, ela acrescentou enquanto se recostava para observar Clark pela abertura da porta. “Ele realmente parece chateado com tudo.”

Oliver se recostou ao lado dela e viu Clark olhando para o chão em óbvia miséria, seus ombros caídos e sua expressão derrotada.

“Aw”, ela disse com um toque de simpatia. “Ele parece ter perdido a melhor amiga.”

“Bem, ele meio que perdeu”, Oliver respondeu, apertando o braço ao redor da cintura dela enquanto encontrava seus olhos. “Pra mim.”

Chloe descansou uma mão no rosto dele e sorriu antes de beijá-lo outra vez. Ele tomou seus lábios, beijando-a profundamente por alguns segundos antes de levantar a cabeça.

“Desculpe não ter contado antes”, ele disse, sua voz cheia de arrependimento. “Eu não queria te magoar, mas não queria mais segredos entre a gente.”

Ela sorriu. “Eu sei”, sussurrou. “E você nem pode imaginar o quanto eu agradeço sua honestidade. Como você disse, o segredo não era seu, mas ainda assim você garantiu que eu soubesse a verdade, mesmo sendo difícil pra você. Eu te amo, Oliver, com todo meu coração.”

Ele desceu a cabeça e roçou o nariz contra o dela. “Idem.”

Eles se beijaram mais uma vez e então se afastaram com extrema relutância.

“Há quanto tempo estamos aqui fora?” ela perguntou curiosa.

Oliver checou o relógio. “Mais ou menos uma hora.”

“Tempo suficiente para Clark ter refletido sobre o erro que ele cometeu, eu acho”, ela murmurou com um sorriso, e então segurou a mão dele. “Vem, vamos tirá-lo dessa miséria.”

***

Clark olhou pra cima esperançoso quando eles se aproximaram, seus olhos vermelhos, miseráveis mas ainda esperançosos. Ele engoliu em seco e olhou dela para Oliver e de volta pra ela, esperando que ela gritasse com ele novamente.

Chloe parou na frente dele com os braços cruzados e olhou pra ele em silêncio. O peito de Clark subia e descia com respirações profundas enquanto esperava a bronca que com certeza viria.

Quando ela simplesmente sorriu e abriu os braços, Clark quase desmoronou aliviado. Seus olhos se iluminaram e ele passou os braços ao redor dela com força, balançando-a pra frente e pra trás.

“Desculpe”, ele sussurrou em seu cabelo. “Eu sinto muito, Chloe.”

“Eu sei”, ela respondeu, sua voz levemente abafada no peito dele. Ela se afastou e olhou pra ele. “Eu entendo porque você tirou minhas memórias, Clark, de verdade; eu sei qual era sua intenção. O que me entristece é você nunca ter tido coragem pra contar depois que eu voltei ao normal, e que se não fosse pelo meu marido, você provavelmente nunca tivesse contado.”

Clark suspirou e olhou para o chão, claramente envergonhado. “Eu não sabia se você ia me perdoar”, ele sussurrou.

“Você deveria ter confiado em mim”, ela simplesmente respondeu, seu peito ardendo.

Ele assentiu. “Sim, eu deveria. Eu sinto muito.” Ele se moveu para abraçá-la novamente, mas ela levantou um dedo em direção a seu rosto.

“Nunca mais faça isso de novo”, ela avisou e ele balançou a cabeça veementemente.

“Não. Nunca.”

Chloe sorriu. “Ótimo, vem cá.” Ela o abraçou de novo, dando um tapinha em suas costas.

“Só mais uma coisa”, ela disse em seu ombro.

“É só falar.”

Ela se afastou de novo. “Você pode, por favor, voltar a usar vermelho e azul?” ela implorou. “Preto definitivamente não é sua cor.”

Ele deu risada. “Combinado.”

Ela sorriu e se moveu para se afastar, mas para a surpresa de Oliver, Clark a abraçou e ficou ali, claramente tentando recuperar todos os abraços perdidos em uma única tarde.

Chloe franziu a testa quando o tempo foi passando e ele não a soltava. Ao invés, ele apertou mais os braços ao redor dela, e ela viu o olhar de Oliver e sua testa também franzida com desconfiança.

“Hum... Clark?” ela chamou.

Sem resposta. Desta vez, Oliver cruzou os braços e olhou feio, e Chloe suprimiu uma risada. Clark estava aparentemente muito à vontade com ela. Sim, ela queria que eles fossem próximos de novo, mas não tão próximos. Ela tentou mais uma vez sair de seus braços, mas ele simplesmente não cedeu. Suspirando, ela olhou para o marido e fez um pedido silencioso de ajuda.

Oliver tossiu discreta, mas deliberadamente e Clark pareceu acordar. Rapidamente ele a soltou e deu um largo passo pra trás, tendo a decência de parecer embaraçado.

“Desculpe”, ele disse envergonhado. “Eu esqueci que não posso te abraçar com tanta força agora.”

“Sim, sua sorte acabou, cara”, Oliver deu um risinho, passando os braços ao redor da cintura dela por trás e a puxando contra ele. “Mas eu fico feliz que vocês sejam amigos de novo.”

Clark sorriu. “Eu também. Tem sido um ano... difícil, pra todos nós.”

Eles assentiram concordando e ficaram ali num silêncio confortável, refletindo sobre a turbulência dos últimos doze meses. De repente a porta da frente se abriu, assustando os três.

“Oooooo-kay”, Lois disse enquanto entrava na sala. “O que eu perdi?”

“Tudo, como sempre”, Oliver disse entredentes e Chloe lhe deu um cutucão.

“Nada demais”, Chloe respondeu com um sorriso. “Como vão as coisas no Planeta? Tudo bem?”

“Sim, não é nada que não possam resolver sem mim”, ela respondeu. “Oh, e eu falei com o Departamento de Recursos Humanos por você—“

Chloe arfou. “Lois, você não fez isso!”

Lois deu um risinho. “Eu fiz. Eles se lembram de você, e ficarão felizes em te receber para uma conversinha rápida.” Seu sorriso aumentou. “Pessoalmente, eu acho que esse é o código para ‘sentimos sua falta, adoraríamos tê-la de volta’ mas essa é só minha opinião.”

Oliver franziu a testa confuso, do mesmo jeito que Clark. “De volta aonde?” eles responderam em uníssono.

Lois revirou os olhos exasperada. “Para o Planeta Diário, bobinhos, pra onde mais?” ela respondeu.

Desta vez, Oliver ergueu as sobrancelhas. “Você vai voltar para o Planeta?” ele disse, olhos arregalados. “Quando isso aconteceu?”

Chloe suspirou. “Longa história, eu te conto enquanto comemos o bolo e tomamos champanhe”, ela respondeu. “E eu definitivamente ainda não disse que ia voltar---“

“Mas você vai”, ele disse com um sorriso confiante enquanto roçava o nariz dela com as pontas dos dedos. “Eu sei que você vai.”

“Por que todo mundo fica dizendo isso?” ela disse.

“Porque é onde você pertence”, Clark disse simplesmente. “Não é a mesma coisa sem você.”

Lois assentiu. “Eu concordo”, ela declarou. “E mal posso esperar para estarmos todos trabalhando sob o mesmo teto novamente. Claro, você ainda não disse que vai voltar, mas...”

“Ok, chega!” Chloe implorou. “Podemos cortar esse bolo agora?”

“Ah, por favor”, Lois disse e passou a espátula pra ela antes de ir pegar a câmera. “Pronta? Não esqueça de fazer um pedido!”

“Isso é só para bolos de aniversário, Lois”, Clark interrompeu, e ela acenou com a mão desconsiderando sua fala.

“É para bolos, ponto final”, ela respondeu teimosa. “Ok vocês dois – vamos lá!”

Oliver colocou a mão sobre a de sua mulher, e juntos eles cortaram o bolo enquanto Lois fotografava.
“Então, o que você pediu?” Lois perguntou.

“Isso é entre meu marido e eu”, Chloe declarou com um sorriso, e Lois revirou os olhos.

“Ah, passa o balde”, ela resmungou. “Ou melhor ainda, passa os pratos, e começa a fatiar. Clark, você está responsável pela bebida.”

***

Considerando comemorações, essa tinha sido a melhor na opinião de Oliver.

Houve discursos e brindes e cumprimentos das duas pessoas que mais se importavam com eles, e o sorriso no rosto de sua esposa lhe dizia que ela não poderia estar mais feliz.

Lois parecia mais tranquila, e Clark estava claramente mais relaxado do que estava em meses – e livre do terrível guarda-roupa preto. A confissão definitivamente ajudou sua alma.

Oliver sentou no sofá e puxou sua esposa para o seu colo antes de roubar champanhe de sua taça. “Está tudo bem?” ele sussurrou e ela assentiu.

“Não poderia estar melhor.”

Ele sorriu. “Você não precisa querer voltar para o Planeta, sabia?” ele sussurrou. “Isso ia acontecer de qualquer jeito.”

Ela deu uma risadinha e encolheu os ombros. “Você não está dizendo isso como dono da empresa, certo?”

“Não, eu estou dizendo isso porque sei o quanto você é boa, e o quanto você quer isso”, ele disse sério. “Você não precisa de mim pra conseguir este emprego, Chloe.”

“Então você não vai interferir ou me dar privilégios?” ela perguntou, e ele balançou a cabeça.

“Como eu disse, eu não preciso fazer isso”, ele disse. “Me avise quando você voltar a trabalhar lá e vamos comemorar.”

Os olhos dela se suavizaram e ela pressionou os dedos no coração dele. “Eu já te disse que te amo?” ela perguntou num sussurro.

Ele sorriu, capturando os dedos dela e os levando até seus lábios, dando um beijo antes de responder.

“Só todo dia.”

Eles sorriram e então olharam pra cima quando Clark se aproximou e se sentou.

“Então, que tal vocês nos contarem sobre a lua-de-mel?” Clark perguntou enquanto comia sua terceira fatia de bolo.

Lois gemeu e balançou a cabeça. “Você não quer saber tudo sobre a lua-de-mel, Clark”, ela avisou. “Acredite em mim.”

***

Você foi melhor pra mim do que eu mesmo
Pra mim, existe você e ninguém mais
Eu quero te agradecer, baby...
... como é bom ser ter o seu amor

-James Taylor - How Sweet It Is (To Be Loved By You)

***

Fim.

___________________________________________

________________________________________________________________________________

11 comentários:

  1. Ok, pessoal... tentei mudar um pouquinho a cara do blog para o mês dos namorados, aproveitando esse banner cute que a kyra_and_co fez pra gente, porém não tenho muita certeza do resultado...

    Foram horas... muitas horas de batalha contra esse blogger maldito e fui vencida pelo cansaço, estou deixando assim por hoje pelo menos...

    Selecionei umas fontes 'fofinhas' para os títulos, mais romantiquinhas, no entanto, às vezes aparece e às vezes não (!!!!!!!!!) Quando não aparece, a aparência fica meio grosseira, mas a culpa é toda do blogger, não é minha...

    Tive que deixar o blog umas 'mil' horas fora do ar porque sinceramente vcs iam cair da cadeira se vissem todos os tropeços até chegar ao layout atual... Sorry!!!!!

    Se acharem que a leitura está cansativa por conta da 'combinação' de cores, avisem por favor, ou por aqui, ou pelo formulário de contato do blog ou direto para o email: beaupreangelique@gmail.com

    Agradeço muitíssimo e desculpem qualquer coisa... rs...

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu particularmente gostei, achei que ficou diferente e romântico e meu deus do céu, que banner maravilhoso, ai, ai, Ollie...


    Gostei desse capítulo, mas acho que o Clark merecia sofrer um pouco mais, ele é um imbecil!!!!!! Que bom que teremos mais histórias deste série que eu amo tanto...

    Patrícia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, se fosse eu, deixaria ele sofrer por uns bons anos...

      Excluir
  3. Ah, a Chloe tinha que ter dado um chega pra lá no paspalhão do Clark, mas tudo bem... ela é um ser superior mesmo!!!!!! Capítulo fofo pra encerrar essa história... Adorei o novo visu do blog, alegre e ai meu Deus, Ollie sem camisa... TUDO!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um chega pra lá bem gigante!!!!!!!!!!!!!! Pois é, Ollie sem camisa... tudo mesmo!!!!!

      Excluir
  4. Chloezinha, minha linda.
    Sei que teu coração tá amolecido pelo amoooor, mas Clark merecia um bom tempo de gelo antes de receber perdão!!!!!


    Angelique, o blog tá ótimo.
    Adorei o tamanho da fonte. Confesso que tinha um pouco de dificuldade de ler antes.
    Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho, ela perdoou muito rápido, queria o Clark sofrendo muito mais!!!!!

      Que bom... :D

      Excluir
  5. Não achei cansativo não, ficou bacana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo? Que bom... :D Estava preocupada...

      Excluir
  6. Clark merecia sofrer mais, mas tudo bem, Oliver está feliz, Chloe está feliz, o resto é resto, a felicidade deles é o que importa...

    Terá sequência? Que maravilha!! \o/

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o resto é resto... agora espero que venha um baby chlollie por aí... Pois é, e parece que ela também vai voltar a trabalhar no Planeta, então acho que ainda teremos mais algumas histórias nesta série...

      Excluir

Google Analytics Alternative