25.1.12

An Origin Story (8/23)

Resumo: Universo Alternativo onde os pais de Oliver nunca morreram.
Autora: the_bluesuede
Classificação: R
Prompt da JoyBlue: "O que aconteceria se Robert e Laura não morressem, e a razão para Oliver se tornar o Arqueiro Verde fosse porque ele tivesse ciúmes de Clark depois de descobrir sobre o 'Viajante' (sem seus pais saberem), e se ele se tornasse o Arqueiro Verde só pra se provar para os seus pais?"
Nota: 3ª lugar na categoria 'Universo Alternativo' do ChlollieAwards 2010.
Original
LinkAnteriores: Prólogo - Um - Dois - Três - Quatro - Cinco - Seis - Sete


An Origin Story
Capítulo 8: Reinos Distantes Parte II - Um Vestido Feito Para a Realeza


"O que você está vestindo?" Lois perguntou com desaprovação.

"Hum, roupas", Chloe revirou os olhos, abotoando a blusa enquanto se olhava no espelho.

"Ok, eu não disse nada quando você saiu para o almoço-"

Chloe bufou. Lois tinha implorado o dia inteiro pra ela mudar de roupa.

"-bem, eu não disse quase nada", ela cedeu. "Não é essa a questão. Você vai jantar num restaurante elegante com um bilionário e um futuro cirurgião geral."

"Ele não vai-"

"Disposto a admitir que essa é a carreira dos sonhos, mas nós já sabemos; somos repórteres", Lois a interrompeu. "Agora, eu me recuso absolutamente a deixar você ir neste jantar vestida desse jeito!"

Chloe olhou para seu reflexo no espelho. Ela estava usando uma blusa de seda creme com uma saia lápis preta. Na sua opinião, ela estava perfeitamente bem. "O que tem de errado com essa roupa?" Chloe perguntou finalmente, exasperada e sabendo que ia acabar se sentindo insegura a noite toda se não cedesse.

"Além do fato de que você parece a secretária dele? Tudo. Me diz, por favor, por favor, me diz que você trouxe um vestido para coquetel."

Chloe mordeu o lábio. "Você acha que vai ser tão formal assim?" Quando Oliver lhe falou 'jantar' há alguns dias, ele não tinha mencionado onde seria. "Eu vou matá-lo."

"Não antes de mim", Lois murmurou. "Ok. Isso é uma emergência. Quanto tempo você tem?"

Chloe olhou o relógio. Ela tinha se arrumado cedo para que pudesse rascunhar um artigo e trabalhar até Oliver vir buscá-la. "Uma hora e meia."

Lois gemeu. "Bem, graças a Deus seu cabelo e maquiagem estão bons. Tem uma loja no final da rua. Vamos chamar um táxi. E mais eu tenho uma amiga que trabalha lá e me deve um favor. Eu vou ligar e pedir pra ela começar a separar coisas do seu tamanho."

Chloe mordeu o lábio, se olhando no espelho, e Lois ergueu uma sobrancelha esperançosamente.

"Tá bom, vamos", Chloe falou, pegando a bolsa.

"Graças a Deus!"

Chloe deu um risinho enquanto Lois a arrastava pela porta. "Eu vou querer saber por que a mulher da loja te deve um favor?"

"Não."

_____________________________________

Oliver tamborilava com a caneta pensativamente, correndo a tela de seu computador. Depois de escanear a lista de todos os membros do Departamento de Polícia de Metrópolis, tinha começado a olhar a lista dos funcionários do Planeta Diário.

Ele continuava voltando ao nome de Clark Kent. Ele não tinha nenhuma prova de que Kent pudesse ser o Viajante, mas não conseguia espantar a sensação de que ele poderia realmente ser o cara. Todas as histórias que Chloe havia lhe contado... os resgates misteriosos na área de Metrópolis tinham aumentado juntamente com sua chegada à cidade.

Ele pesquisou toda a história da família Kent em Smallville, e ficou chocado pelo número de vezes em que Kent acabou no radar policial, estando nas cenas de crime, e mais importante, das vidas salvas.

Claro, havia a questão dos seus pais...

Oliver olhou para o relógio e se xingou mentalmente. Estava atrasado.

Quando ele chegou ao apartamento da prima de Chloe, estava esperando que Chloe atendesse a porta, ao invés disso foi recebido por Lois.

"Lois", ele a cumprimentou.

"Queen", ela retornou, um tom de desaprovação em seu tom.

"Como você está?"

"Preocupada com a minha prima."

"Oh?" ele ergueu uma sobrancelha.

"Sim. Ela vem passando todo o tempo livre com um estraho com quem ela diz não estar namorando."

Oliver suspirou, percebendo a impaciência com que ela estava na porta, bloqueando sua entrada. "Onde está a Chloe?" ele perguntou, percebendo que os dois já estavam atrasados.

Lois abriu a boca para dar uma resposta, sem dúvida sarcástica, mas a voz de Chloe a impediu.

"Desculpe!", ela disse, claramente apressada. "Você não ia acreditar em tudo que já passei hoje." Ela deu um olhar significativo a Lois, mas Lois estava muito ocupada dando um risinho em retorno.

A língua de Oliver ficou presa dentro da boca. Mais uma vez ele estava sendo forçado a lembrar que sua melhor amiga era, de fato, mulher. Era relativamente fácil de ignorar isso diariamente, já que nenhum dos dois pensava no outro desse jeito - embora ele suspeitasse que ela nunca tinha pensado nele desse jeito - desde o baile de caridade.

No entanto, em momentos como este, era impossível pensar em outra coisa.

Chloe estava... ele lutou em vão para encontrar uma palavra que pudesse vagamente descrever apropriadamente alguém que era só uma amiga. Ela estava...

Muito sexy, ele se permitiu pensar brevemente antes de afastar o pensamento.

Envolvida num vestido azul, que destacava todas as suas curvas. Suas costas totalmente expostas. Suas pernas de dar água na boca embaixo da saia leve, sem mencionar o par de saltos que deveria ser ilegal na maioria dos estados.

Wow.

"Ollie?" Chloe perguntou, sobrancelhas erguidas.

A cabeça dele voltou para seu rosto. "Desculpe. O quê?" ele perguntou, a garganta seca.

"Não é melhor irmos?" ela repetiu.

"O quê?" Ele piscou. "Ah, certo, sim!" Ele se recompôs. Realidade. Certo. Eles estavam atrasados.

...Eles estavam atrasados!

"Certo, vamos!" ele sorriu pra ela, oferecendo-lhe o braço. Ele jogou um sorriso charmoso para Lois. "Lois", ele disse em despedida.

Lois não disse nada, apenas continuou com um risinho triunfante.

Durante todo o jantar, Oliver sabia que seu comportamento estava anormal.

Chloe ia perceber, ele tentou se controlar. Ela estava prestes a perguntar. O que ele ia dizer?

Que ele queria fazer coisas muito, muito más com ela naquele vestido, e que ela claramente precisava trocar de roupa pra resolver o problema?

O vestido era um problema. Estava lhe forçando a fazer coisas que ele não deveria estar fazendo. Pra começar, embora fosse normal seu braço estar ao redor da cadeira dela - num gesto amigável e casual que ele tinha executado incontáveis vezes - estava longe do normal sua mão descansar em suas costas nuas, desenhando padrões na pele dela com a ponta do polegar.

Era normal pra ele viajar enquanto a observava falar. Ela era uma oradora tão animada, e esta noite ela estava praticamente vívida, especialmente em comparação ao almoço, e frequentemente ele ficaria distraído por suas expressões faciais, e voz viva, e gestos energéticos a ponto dele ter que pedir pra ela repetir tudo. Agora, no entanto, embora ainda estivesse distraído pelas mesmas coisas, também ficava observando os lábios dela e o jeito que seus olhos brilhavam e seus lábios e o som de sua risada e seus lábios e a sensação da pele dela sob sua mão e-

"O que você acha, Ollie?"

Oliver acordou. "Como?"

E foi assim. A noite inteira. Ele realmente tinha que tirá-la daquele vestido.

Péssima escolha de palavras, ele resmungou mentalmente. Eu só quero que ela tire o vestido - quer dizer - oh, Deus, eu preciso de ajuda.

Não é como se ele nunca tivesse pensado nela desse jeito. Claro que ele estava bem ciente de que ela era atraente. Isso não tinha nada a ver com agora. Era só que desde a primeira vez que encontrou com ele, Chloe esteve sempre pronta a dispensar qualquer flerte inocente que ele imediatamente parou para deixá-la mais confortável. Ele gostava muito dela, e eles tinham se tornado amigos fácil e tão naturalmente que nunca lhe ocorreu voltar a dar em cima dela.

Maldito vestido. Acho que ele está tirando uma com a minha cara.

O Dr. e a Sra. Garner gostaram muito dela.

Até demais, ele pensou acidamente.

"Então quando vocês dois se conheceram?" Sra. Garner perguntou em dado momento, claramente achando que eles estavam num relacionamento.

Chloe respondeu sem pensar duas vezes. "Eu o conheci do lado de fora do escritório do pai dele dando em cima da secretária", ela deu risada.

A Sra. Garner deu risada, e as duas mulheres trocaram um olhar que era claramente traduzido por: Homens.

"Aposto que Laura te adora", ela disse.

Chloe ficou vermelha. "Bem, eu certamente acho que a Sra. Queen é muito legal. Os pais de Oliver são pessoas maravilhosas."

A Sra. Garner assentiu em aprovação.

"Há quanto tempo vocês dois estão juntos?" ela perguntou curiosamente.

A isso Chloe pareceu surpresa. Ela deu uma risadinha e prontamente os corrigiu, explicando que ela e Oliver eram apenas amigos, magoando uma pequena parte do ego de Oliver sem perceber.

Ao que a Sra. Garner pareceu infinitamente surpresa, e o Dr. Garner jogou a Oliver um olhar de desaprovação, do tipo O que você está esperando? Chloe pareceu alheia.

Oliver pensou em explicar que a culpa era do vestido, mas achou que eles não iam entender o que ele estava falando. Ele decidiu jogar os aspargos negligenciados em seu prato na boca.

Quando saíram do restaurante, Oliver automaticamente decidiu resolver o problema que tinha. "Você está com frio? Está frio aqui."

Antes que Chloe pudesse dizer que não estava com frio nenhum, que na verdade, estava calor, Oliver tirou o casaco e cuidadosamente colocou sobre os ombros dela, efetivamente tirando a pior parte do vestido de vista. Ele suspirou profundamente aliviado.

"Você está bem?" Chloe perguntou, sobrancelha erguida.

"Eu? Estou bem. O que você achou dos Garners?"

Ela sorriu. "Eu os adorei. Definitivamente são o tipo de pessoas com quem eu faria negócios se fosse dona de uma corporação multi-bilionária", ela acrescentou em tom de brincadeira.

"Imagino que o artigo sobre o médico será elogioso, então?"

"Definitivamente." Eles caminharam juntos por um tempo. Chloe não gostava de ter táxis levando-os para todos os lugares.

Como ela está conseguindo andar nesses sapatos é um mistério, ele fez uma careta, olhando para os saltos.

"Ollie? Tem certeza que você está bem?'

"Por quê?"

"Você estava estranhamente silencioso durante o jantar", ela percebeu.

Claro que isso tinha chamado atenção dela. Não os olhares inapropriados e nem os toques inapropriados de que ela tinha sido alvo. Só o fato dele não ter conversado muito.

Ele deu de ombros. "Acho que está passando muita coisa na minha mente." O que era verdade. Mesmo antes do desastre do guarda-roupa, sua mente estava pensando nos emails de seu pai, as coisas que tinha que resolver no fim de semana. O quanto ele queria ter trazido seu uniforme do Arqueiro Verde sem levantar suspeitas, e, acima de tudo, o Viajante e a possibilidade dele ser o melhor amigo de Chloe.

Ela ergueu uma sobrancelha quando ele não entrou em detalhes, novamente uma atitude incomum dele, mas ela resolveu não pressionar.

"Então, amanhã, Clark e Lois vão me levar pra almoçar e assistir um filme. Você quer vir?"

Sua mente acelerou. Ele estava pisando em território perigoso, mas colocou o pensamento de lado. "Claro, parece divertido. Que filme vamos assistir?"

"Tem um novo filme do Robin Hood com o Russel Crowe."

Em algum lugar, eu acho que Deus está rindo da minha cara, Oliver balançou a cabeça.


_____

_______________________________________________________________

14 comentários:

  1. hhahahaha... amei, amei, amei, amei, amei... essa do vestido foi ótima... a Lois é um gênio, pobre Ollie, agora quem não tem saída é ele... vamos ver quanto tempo mais até ele partir pra cima dela...

    Edicleia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Edicleia... Que bom que está gostando... :D

      Excluir
  2. Ah, realmente, idem Edicleia... disse tudo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Fê... :D

      Excluir
  3. Adorei o sofrimento de Oliver com o vestido... rs... demais!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Oliver, não é por nada não, mas é melhor você começar a agir cara kkkkk nesse meio já tem um Hal, um Bruce e se tu demorar demais... kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, verdade, Vinícius... Melhor ele agilizar... rs...

      Excluir
  5. haha... tô contigo, Vinicius... concordo... Ollie tá marcando bobeira...

    Lívia

    ResponderExcluir
  6. Oliver sofrendo com o vestido foi hilário! kkkk

    Vinicius e Lívia, é mesmo!! Ollie, meu caro, mexa-se... kkkkkkkk para o seu bem ... e o nosso kkkk

    Ansiosa por mais... amei esse capítulo.

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, especialmente para o nosso bem, né, GIL?

      :D

      Excluir
  7. Esse capitulo é muito engraçado, tadinho perdendo pra um vestido que vergonha Ollie, tirando proveito sem ela perceber esse é o Oliver Queen...

    ResponderExcluir

Google Analytics Alternative