31.10.11

Sex and Candy


Título: Sexo e Doce
Especial: Chlollieween
Prompt: Inspirada na manip feita pela dandiandi22
Autoras: sxymami0909 e slytherinpunk
Classificação: NC-17




Oliver suspirou desatando a gravata e saindo do elevador indo para a cozinha, ansioso por uma garrafa d'água. Ele teria preferido algo um pouco mais forte, depois do dia incrivelmente extenuante que havia tido, preso numa reunião de conselho com doze homens e mulheres irritados e mais teimosos que um rottweiller.

Mas era Halloween, e além da noite anterior e da noite de Natal, essa era uma das noites mais cheias para o Arqueiro Verde, ou qualquer super heroi ou bilionário que tivesse virado vigilante, e julgando por apenas este dia, ele ia ter uma longa noite.

Abrindo a geladeira, ele pegou uma garrafa de água e foi até o sofá, se jogando enquanto abria a garrafa e tomava um longo gole. Recostando-se no sofá e descansando a cabeça no encosto ele fechou os olhos, numa tentativa de finalmente relaxar.

Chloe ouviu o elevador e sorriu saindo do quarto deles, correndo brevemente uma mão pela saia de sua fantasia. Ela caminhou pelo corredor, olhando para a cozinha e quando não o encontrou ali continuou se movendo até ver sua forma alta recostada contra o sofá, cabeça pra trás e olhos fechados.

Ela mordeu o lábio inferior enquanto o observava. Ele parecia cansado e por um curto momento ela pensou se talvez ele estivesse muito cansado para se divertir um pouco, mas então se lembrou que estava falando de Oliver... E ele sempre estava a fim de diversão.

Ela se apoiou na entrada da sala e clareou a garganta. "Bem vindo, Romeu." Ele percebeu o tom sedutor que tanto amava na voz dela e abriu os olhos e se virou pra ela antes de seu cérebro mandar o comando.

Ele franziu as sobrancelhas, olhos castanhos arregalando enquanto olhava pra ela, ficando boquiaberto enquanto perdia a habilidade de usar as palavras. Ao invés, Oliver deixou seus olhos correrem o corpo dela vendo o vestido, as mangas ao redor dos braços dela, entre os ombros e os cotovelos. Continuando a olhar, ele bebeu a visão do corpete verde floresta, em seguida a saia e suas coxas descobertas e por fim as botas de camurça.

Oliver assobiou, seus olhos subindo o corpo dela novamente, todo o caminho até a pena vermelha que saía de seu chapéu. "Doces ou travessuras". Oliver sorriu, correndo a língua por dentro da bochecha. "Se você está planejando roubar os ricos, por favor sinta-se livre pra começar pelas minhas calças... Deve ter muito dinheiro nos meus bolsos..."

Chloe lhe deu um sorriso sensual, a língua saindo pelo canto da boca antes de correr pelo lábio superior. "Isso é definitivamente uma travessura..." Ela se afastou da parede, sobrancelha erguida enquanto parava na frente dele. "E não é o seu dinheiro que eu quero Xerife... Eu tenho outro prêmio em mente."

Ele franziu a testa. "Xerife? Mas eu nunca fui o Xerife de Nottingham." Ele fez um bico. "Eu sempre sou o Robin Hood..."

Ela mordeu a parte interna da bochecha para se impedir de dar risada. Oliver era absolutamente adorável quando fazia bico, mas ele não precisava saber disso. Ela se aproximou mais, chutando sua perna gentilmente antes de erguer um joelho encostando a parte externa da perna dele no sofá.

Ele olhou pra ela e ela ergueu uma sobrancelha ao ver a malícia nos olhos dele. "Bem, ou é o Xerife ou o Pequeno John... Você escolhe heroi... Mas escolha rápido ou eu posso cansar de esperar."

Oliver travou a mandíbula. "Bem, nós dois sabemos que não importa o quanto eu tente, eu jamais poderia ser o Pequeno John." Ele olhou para sua coxa, seus dedos tocando a pele suave ali. "Mas o Xerife nunca pegou o Robin Hood... E mais", ele olhou de volta pra ela. "A Donzela Marian era o amor verdadeiro de Robin Hood, isso é sagrado."

Chloe sentiu o coração derreter com as palavras, mas ela conhecia seu homem e ele ainda estava de bico porque as coisas não estavam do jeito que ele queria. Ela moveu a perna fazendo a renda da saia subir um pouco mais, expondo mais de sua coxa a ele.

Ela lhe deu um olhar entediado, embora não pudesse esconder a satisfação em seus olhos enquanto brincava com os laços que mal mantinham seu corpete fechado. "Sorte difícil... Você brinca do meu jeito Archer, ou eu e eu mesma vamos nos retirar."

Ela se inclinou pra frente estendendo a mão para segurar as costas do sofá, seus seios tão pertos do rosto dele que ele podia roçar os lábios na renda de sua blusa.

Ela respirou fundo, sua voz um sussurro enquanto falava. "Além do mais... Pense no sexo maravilhoso que poderia existir se Robin deixasse o Xerife pegá-la... só desta vez."

"Bem", Oliver lambeu os lábios enquanto sua boca se enchia de água. "Eu tenho experiência em pegar foras da lei..."

Chloe se afastou levemente e olhou pra ele com um sorriso atrevido. Ela se inclinou, seus lábios a uma respiração de distância dos dele enquanto dava um beijo muito leve neles. Os braços dele subiram, mas encontraram o ar enquanto ela dançava e saía fora de seu alcance.

"Bem, então me pegue se for capaz, Xerife, porque sem perseguição não tem graça." Ela piscou e saiu pelo corredor.

Oliver sorriu, dando uma vantagem a ela de sete segundos antes de ir atrás dela. "Há uma grande recompensa por você, Srta. Hood", ele brincou enquanto entrava em seu papel.

Chloe deu risada. "É mesmo? E qual o tamanho da recompensa?" Ela desceu pelo corredor e passou pela mesa dele. Ela digitou o código na sala do Arqueiro e entrou se colocando no meio de suas armas, mas se certificando em não tirar nada do lugar enquanto esperava que ele a encontrasse.

"Uma grande recompensa do tipo que faz o Pequeno John ficar envergonhado", Oliver disse enquanto atravessava o corredor antes de perceber que a porta da sala do Arqueiro estava aberta. Entrando, ele a viu recostada contra a parede de seu arsenal, e sorriu enquanto bloqueava a saída.

"Então esse é o esconderijo secreto pelo qual você tem escapado todos esses anos", ele estalou a língua enquanto ia na direção dela, prendendo-a entre ele e a parede enquanto se inclinava e apoiava o braço contra a parede, com cuidado para não derrubar os arcos.

"Parece que você está presa, Srta. Hood", com a outra mão, ele traçou os laços na frente de seu corpete. "O que eu vou fazer com você agora?"

Chloe mordeu o lábio inferior enquanto estendia a mão e a deslizava pelo peito dele. "Você não tem que me entregar... Tem, Xerife?" Ela moveu o corpo mais perto do dele, a voz baixa enquanto descia a mão lentamente até o cinto de sua calça.

"Não tem nada que eu possa fazer para te convencer a me deixar ir? Eu ficaria muito agradecida..."

Ele correu os dedos pelo colo dela ameaçando abrir sua fantasia. "Eu ouvi dizer que você é boa com flechas, Srta. Hood." Ele sorriu, deixando a mão deslizar pela lateral do corpo dela e entrar por dentro da saia. "Me mostre o quão boa, e eu posso ser persuadido a te dar mais um dia..."

Chloe gemeu suavemente enquanto a mão dele subia pela parte interna de sua coxa. Ela encontrou seus olhos e sorriu enquanto os dedos dela trabalhavam em seu cinto abrindo-o antes de pegar seu zíper e descê-lo lentamente. "Oh, eu não sou boa com flechas... eu sou ótima com elas."

Ela não quebrou o contato visual enquanto ficava de joelhos, descendo as mãos pelo corpo dele. Ela puxou a calça dele até descê-la até seus joelhos. Ela lambeu os lábios puxando a boxer enquanto estendia a mão e segurava seu mastro com força em sua pequena mão.

Chloe deu um risinho. "Nossa Xerife, parece que alguém está feliz em me ver." Antes que Oliver pudesse dizer alguma coisa ela se inclinou girando a língua ao redor da cabeça de seu p** antes de chupá-lo como se fosse um pirulito.

Oliver respirou fundo, seus dedos se emaranhando no cabelo dela enquanto seus quadris se empurravam pra frente instintivamente, seu p** procurando se enterrar mais fundo em sua quente boca. "Mmm", ele gemeu enquanto a língua dela girava ao redor da ponta, sua língua saindo para traçar o vinco ao longo da cabeça. "Santa Floresta de Sherwood, você é boa."

Chloe deslizou a boca mais fundo em seu mastro e deu um risinho ao redor com as palavras dele. A cabeça dela subiu e desceu, enquanto o sugava com sua boca. Ela se afastou, soltando-o e beijou suas bolas enquanto bombeava seu mastro com a mão.

Sua voz estava resfolegante quando falou. "Você pode apostar que eu sou..."

A língua dela traçou suas bolas antes de chupá-las em sua boca. Chloe gemeu contra ele e a vibração mandou um choque pelo corpo dele. Ela podia sentir os quadris dele se baterem, seu comprimento endurecido bombeando sua mão enquanto ela movia a boca de volta para o seu p**.

Ela olhou pra ele, segurando a base de seu mastro duro enquanto movia a mão rapidamente encontrando sua boca a cada vez em seu p** escorregadio.

Ele suprimiu um palavrão antes de se afastar de sua mão e sua boca suculenta, tirando o resto de suas roupas e tirando a calça e sapatos antes de se inclinar sobre ela, encorajando-a a se deitar no chão enquanto ele abria seu corpete.

"Você pode ser ótima com uma flecha", ele agarrou suas coxas, puxando-a pra frente até que suas pernas estivessem uma de cada lado. "Mas eu sou melhor com uma espada..."

Ela gemeu arqueando o corpo contra ele. Chloe deu um risinho quando os olhos dele escureceram ainda mais. Ela o puxou mais perto dela, pernas envolvendo sua cintura, forçando-o contra ela.

"Ouvi dizer... Mas não sei se acredito nos rumores... acho que você vai ter que provar..."

Ele subiu a mão pela perna dela, afundando entre o vale entre suas pernas enquanto seus dedos roçavam seu sexo molhado, acariciando sua fenda com dois dedos entre suas dobras. "Mmm, tão molhada já", ele afundou um dedo em sua passagem, estalando o dedo contra seu clitóris.

"Eu acho que você queria ser pega pelo Xerife..." Ele retirou o dedo dela, e então o substituiu por dois, passando por suas paredes facilmente. "Não é verdade, fora da lei?"

Chloe deu um gemido estrangulado enquanto os dedos dele entravam e saíam de seu corpo. Sua respiração acelerando enquanto sentia uma onda de excitação correr por ela. Ela agarrou suas costas com uma mão e resfolegou. "Mm, bem, eu tenho sido muito má... é possível que eu tenha deixado você me pegar... Embora talvez um pouco de regra me fizesse algum bem."

Ela empurrou os quadris contra seus dedos para aumentar a pressão de sua mão onde ela precisava.

Ele afastou as mãos, e se deitou sobre sua forma, seus lábios se demorando em seu ouvido. "Parece que você escolheu o Xerife errado, então."

Seu p** tomou conhecimento de sua entrada, a ponta começando a procurar refúgio em seu corpo enquanto ele lentamente começava a deslizar através de seu calor molhado. "Porque não tem nada pequeno sobre como eu vou te repreender..." Ele encerrou o comprimento inteiro em seu abrigo, não dando a ela uma chance de responder antes dele se retirar e se empurrar novamente dentro dela com mais força que antes.

Chloe gemeu alto à sensação dele a alargando enquanto se agarrava em suas costas, cravando as unhas em sua pele enquanto ele se afundava nela. "Oh Deus..."

Ela apertou as pernas ao redor dele, apertando as coxas e seus músculos internos ao redor de seu p** enquanto umedecia os lábios, tentando recuperar o fôlego o suficiente pra falar. "Hmm, eu realmente não me sinto... muito repreendida... Acho que você não é tão bom xerife afinal."

A resposta dele veio na forma de um gemido antes dele se retirar dela, apoiando-se sobre os joelhos, não dando a ela chance de reclamar a perda dele antes de agarrar seus quadris e a girar para que ela estivesse de quatro na frente dele, bunda para o ar.

As mãos dele agarraram sua saia, empurrando-na pra cima, até que estivesse abaixo de seus seios.

Oliver desceu as mãos, uma agarrando seu quadril com força enquanto a outra dava um tapa na curva de sua bunda, quase com força suficiente pra deixar uma marca vermelha em sua pele clara. Ela gritou e então mordeu o lábio inferior antes de gemer quando outra onda de umidade desceu entre suas coxas.

Ele traçou os dedos sobre sua bunda voluptuosa, deslizando entre suas coxas para partir as dobras de seu sexo com o polegar e o dedo gentilmente, massageando-a levemente.

"Talvez você devesse implorar, fora-da-lei..." Seu polegar roçando sua fenda. "Isso te ensinaria alguma coisa?"

Chloe fechou os olhos enquanto inclinava o corpo pra trás, tentando fazer os dedos dele se pressionarem com mais força contra ela, mas ele não a deixou.

Havia um tom de necessidade na voz dela enquanto ela se mexia novamente, conseguindo fazer um de seus dedos deslizar mais fundo dentro dela. "Não, provavelmente não... Mas num minuto eu vou te mostrar o que acontece quando você provoca essa fora-da-lei... E não vai ser nada legal."

Ela abaixou a voz, num tom sedoso. "Se faça útil aí atrás Xerife, ou eu talvez tenha que pegar o que eu quero de você."

Ele deu um sorriso torto enquanto apertava seu clitóris. "Que fora-da-lei mais indecente." Ele girou os dedos ao redor de seu clitóris. "O que você quer pegar, hm?"

Ele apertou seu quadril, suas unhas agarrando sua pele por um breve momento, sua outra mão dando um tapa em sua bunda no mesmo lugar exato da última vez, deixando uma marca vermelha enquanto enterrava o p** dentro dela, preenchendo-a num único movimento enquanto segurava seu pescoço e a puxava pra cima até que seus lábios alcançassem seu ouvido.

"O que você iria roubar de mim?" Seu hálito quente ao mesmo tempo em que ele batia os quadris contra ela, criando mais fricção entre seus corpos unidos. O hálito dele contra seu ouvido a fez tremer e ela deu uma mistura de um gemido e um choramingo enquanto ele mergulhava dentro dela novamente.

Ela empurrou os quadris pra trás encontrando suas investidas enquanto fazia seus músculos internos tremularem e se apertarem ao redor dele, sabendo que o levaria a loucura. Chloe arfou quando sentiu a pressão aumentando em seu baixo ventre deixando-a saber que estava perto de gozar.

Sua voz estava sem fôlego quando inclinou a cabeça para que pudesse encontrar seu olhar, satisfação misturada com pura luxúria em seu rosto. "Você não sabe?... Eu roubaria... Seu coração... Oh Deus... Bem aí... Ollie... Tão perto."

Ele deslizou pra fora dela, arrancando um gemido de desaprovação e vazio dela enquanto a deitava mais uma vez de costas e se posicionava entre suas coxas, afundando-se dentro dela enquanto batia os quadris contra os dela.

Oliver descansou a testa na dela, beijando seus lábios com a mesma devoção que o resto de seu corpo mostrava. "Você já roubou isso, usa pequena bandida."

Ela sorriu abrindo mais as pernas e envolvendo sua cintura com força enquanto levantava os quadris para encontrá-lo. "Esse sempre foi meu plano... garantia... Você sabe, assim você não ia poder me abandon... Jesus..."

Ele atingiu um ponto particularmente sensível dentro dela e ela se inclinou capturando seus lábios novamente, gemendo em sua boca enquanto sentia o corpo tensionando ao redor dele.

Suas paredes se apertaram ao redor de seu membro e Oliver sentiu seus músculos se comprimirem, seu corpo inteiro o traindo enquanto ele estava enterrado dentro dela. Seus ombros enrijeceram enquanto o ar o deixava, com seu alívio se derramando dentro dela. Ele desabou em cima dela, beijando sua clavícula e pescoço, subindo até sua mandíbula e sua boca.

"Você", ele disse ainda com a respiração difícil enquanto tentava recuperar o fôlego. "É maravilhosa."

Chloe olhou pra ele com um sorriso satisfeito no rosto enquanto esfregava suas costas e beijava sua mandíbula. "Você também não é nada mal, bonitão."

Ela suspirou satisfeita enquanto roçava seu pescoço com o nariz. "Eu amo Halloween." Ela deu um tapinha em sua bunda. "Ok, levanta, eu tenho que terminar algumas coisas. É hora dos doces! Mmm... Barras de chocolate aqui vou eu. Maravilhas de creme de coco..."

Oliver deu risada. "Eu vou te deixar ir, mas só porque eu tenho que me preparar para a patrulha." Ele segurou sua nuca, correndo o polegar em sua mandíbula enquanto a beijava lentamente. "Agora eu acho que o Arqueiro Verde deveria encontrar a Chloe quando ele voltar pra se trocar."

Ele deu um risinho, erguendo as sobrancelhas sugestivamente. "Porque eu sei que ela também é realmente ótima com flechas."

Ela deu risada e o empurrou para que pudesse se sentar e arrumar sua fantasia, correndo as mãos pela saia. Ela lhe deu um sorriso e piscou. "Você está certo Arqueiro... Além do mais, eu vou ter que gastar as calorias de todo o chocolate que eu planejo comer enquanto você estiver fora..." Ela ergueu as sobrancelhas enquanto ele procurava por suas roupas.

Oliver se levantou, vestindo a boxer, e dando um sorriso. "Só não canse sua mandíbula."

Ela zombou e se levantou, erguendo uma sobrancelha enquanto passava por ele, parando na porta de sua sala secreta. Chloe olhou por sobre o ombro. "Acredite... se não cansei minha mandíbula namorando você, acho que um pouco de doce não vai fazer mal nenhum."

Ele pegou o resto de suas roupas do chão e se juntou a ela na porta, colocando as mãos em seus quadris. Dando risada ele roçou os lábios contra seu pescoço. "Só pra constar, eu nunca vou mais vou conseguir olhar para o meu heroi de infância do mesmo jeito."

Chloe inclinou a cabeça para o lado, dando a ele melhor acesso enquanto dava risada, correndo as mãos pra cima e pra baixo em seus braços. "Eu me desculparia... mas na verdade não me arrependo."

Ela deu um beijo em seus lábios antes de sair de seus braços e ir para o corredor, falando por sobre o ombro. "Agora se arruma. Quanto mais cedo você sair, mais cedo o Arqueiro Verde vai voltar pra casa pra brincar."

Oliver abaixou a cabeça, desfrutando da visão dela se virando e continuando a andar. "Eu vou ficar com minha fantasia se você ficar com a sua quando eu chegar", sua voz ecoou pelo corredor.

____________________________________________________________

3 comentários:

  1. Hummm, gostei! Hot e essa Chloe provocativa é demais
    Donzela Marian vem cá kkkk

    ResponderExcluir
  2. MY GOD... ADOREI!!!!! Super Hipe Ultra Mega HOTTTT

    ResponderExcluir

Google Analytics Alternative