24.10.11

A Fine Line (1/19)

Título: Uma Fina Linha
Resumo: As coisas nem sempre são o que parecem.
Autoras: chloeas e dl_greenarrow
Classificação: NC-17 muito forte
Avisos: Esta fic tem muitos momentos Chlex, é sobre Chlollie, mas tem momentos Chlex. É obscura, madura, violenta, repleta de situações adultas e pode ser bem difícil... este é seu aviso. A história se passa durante a sexta temporada.




Chloe parou na frente do espelho depois de tomar um banho e respirar fundo, aproximando-se e olhando para o pequeno corte em sua clavícula. Tinha sido tão perto. Muito perto para seu conforto, ela esteve a segundos de estar morta e nem sabia de onde tinha vindo. Engolindo em seco, ela enxugou a área cuidadosamente antes de reaplicar o curativo lentamente.

Suspirando, ela vestiu a camiseta do pijama e o short, sua cabeça girando com toda a informação que tinha descoberto. Ela era uma infectada por meteoro e era só uma questão de tempo até estar perdida como todos os outros. Depois de pentear o cabelo e secá-lo um pouco, ela saiu do banheiro, parando um segundo depois quando o viu parado ali.

Lex sorriu, mas não alcançou seus olhos. "Estou impressionado, Chloe." Sua voz era baixa, perigosa.

Ela engoliu, cruzando os braços sobre o peito, mas com a mandíbula travada. "Bem, não me diga, eu sei o quanto é difícil impressionar alguém como você."

Ele saiu das sombras, cruzando o caminho até estar na frente dela. Desceu o olhar até o curativo em sua clavícula. Estendeu a mão e correu os dedos sobre ele. "Você sabe, é claro, que você é a única que sabe disso."

Apesar de seus melhores esforços, ela encolheu, mas não se impediu de dar um passo pra trás e cerrar os punhos. "Isso tem algum objetivo ou você só está aqui pra me dizer o que eu já sei?"

"Que você é uma infectada por meteoro?" Ele deu um risinho, seus olhos escurecendo um pouco. "Você deveria saber que sempre tenho um objetivo, Chloe."

"Então diga o que é e dá o fora do meu apartamento", ela disparou, estreitando os olhos.

"Tecnicamente eu sou dono do seu apartamento." Ele estava se divertindo com o nervosismo dela. "Francamente..." Ele estendeu a mão e tirou o cabelo de seu rosto, inclinando-se mais perto. "Eu sou seu dono..."

Seu coração estava batendo rápido contra o peito e ela conseguiu se impedir de tremer quando ele a tocou. Ela não conseguia dar um passo pra trás, podia sentir as costas de sua perna contra o sofá. "Só porque você conseguiu me sequestrar e apagar minhas memórias, não significa que eu seja sua propriedade, Lex."

A mão de Lex desceu até seu curativo mais uma vez, pressionando o polegar sobre ele um pouco mais que antes. "O fato de eu saber mais sobre você do que sua própria família fala por si só."

Chloe se encolheu novamente, mas desta vez, ela agarrou o pulso dele e afastou sua mão. "Você sabe disso porque roubou a informação de mim, não porque eu confiei em você, eu tenho certeza que isso não conta, então." Ela disse entre os dentes cerrados.

"Certamente conta, eu me pergunto, Chloe..." Ele se moveu pra longe dela, olhando ao redor do apartamento. "Que tipo de poder é esse que você está desenvolvendo e como você vai conseguir controlá-lo sem enlouquecer." Ele se virou para olhar pra ela mais uma vez. "Como sua mãe."

Ela respirou aliviada quando ele se afastou e paralisou novamente. O que ele sabia sobre sua mãe? Como ele sabia sobre sua mãe? Tinha demorado anos para Chloe encontrá-la. Mas isso não importava, ele só estava tentando confundi-la e ela estava deixando. "Eu não consigo ver como isso seria da sua conta."

Ele sorriu friamente. "Você ficaria surpresa com o que eu faço ser da minha conta. Eu sempre consigo o que eu quero."

"Se eu enlouquecer, vou garantir de me trancar num lugar onde suas garras não possam me alcançar, não se preocupe." Ela disse, com um olhar de desgosto.

"Não tem nenhum lugar onde eu não possa te encontrar. Mas se pensar assim faz você se sentir melhor, Chloe." Ele olhou pra ela intensamente. "Embora fosse mais fácil pra você, se simplesmente aceitasse o que eu tenho a oferecer."

"Eu não vou me tornar um rato de laboratório de boa vontade, Lex. Não se incomode em pedir."

"Eu não quero você como um rato de laboratório, Chloe. Eu já sei o que preciso saber sobre você nesse aspecto."

Chloe estreitou os olhos e cruzou os braços sobre o peito. "Então o que você quer?"

"Isso é simples. Eu quero você."

Ela gelou por um momento, erguendo as sobrancelhas e então deu risada, olhando pra ele. "Eu não aceitaria ser seu rato de laboratório, você realmente acha que eu ia querer ser sua prostituta?" Ela disse a ele secamente. "Você é a pessoa mais nojenta, asquerosa, repulsiva que eu já conheci. Eu prefiro passar o resto da minha vida num laboratório."

"Cuidado com o que deseja. Porque essa opção pode sempre ser providenciada", ele disse friamente.

Chloe não podia acreditar que ele realmente queria alguma coisa com ela, mas esse não era o ponto. "Se você já terminou de tentar me ameaçar, eu sugiro que você saia."

Um risinho surgiu nos lábios dele mais uma vez. "Eu ficarei de olho em você, Chloe." Ele se virou e foi para a porta. "Oh. E eu percebi que você trocou a fechadura. Vou precisar de uma chave já que sou seu senhorio."

"Não se preocupe, eu vou deixar as chaves aqui pra você quando eu me mudar na semana que vem."

Ele sorriu. "Eu gosto de um jogo duro. Tenha uma ótima noite." Ele deu um risinho e saiu do apartamento.

"Tente impossível", ela disse entredentes quando a porta começou a fechar atrás dele.

"Oh, Chloe. Ninguém é impossível." Seu risinho aumentou enquanto ele se afastava.

Chloe trancou a porta e respirou fundo enquanto se recostava contra ela. Se ter que se preocupar por ter um tipo de poder e se impedir de enlouquecer não era suficiente, ainda tinha que se preocupar com Lex.

"Deixe o jogo começar." Sorrindo ele foi para as escadas, Lex não podia deixar se sentir mais do que satisfeito consigo mesmo.

_____
2/19

________________________________________________________________

11 comentários:

  1. HUMMMMM LEX!!!!! Interessante... vamos ver o que ele vai aprontar!!!!!

    ResponderExcluir
  2. O Lex? Vai aprontar muito, Luciana, pode aguardar!!!!

    ResponderExcluir
  3. Opa, já vi que vai ser bom rs

    ResponderExcluir
  4. Vinicius, vai ser bom, vai ser forte, precisa ter um pouco de estômago, mas vai ser bom... :D

    ResponderExcluir
  5. Opa, meu estômago está ansioso!

    ResponderExcluir
  6. Mais, mais, mais... Fic com Lex só pode ser boa!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Ana Beatriz24 outubro, 2011

    Mais, mais, mais... Fic com Lex só pode ser boa!!!!! [2]

    ResponderExcluir
  8. Mais, mais, mais... Fic com Lex só pode ser boa!!!!! [3]

    Edicleia

    ResponderExcluir
  9. Nossa, faz tempo que não comento aqui no blog, mas estou sempre passando pra ler as fics. Parabéns meninas pelas escolhas, sempre fics maravilhosas, como essa... já fui completamente fisgada pela história e se tem Lex no meio, com certeza a história será forte e boa... ansiosa pelos próximos capítulos...

    Ah, só uma coisa, tenho sentido tanta falta dos textos da tennysonslady... ela não está mais escrevendo fics chlollie? Sou apaixonada pelo jeito que ela escreve...

    Parabéns meninas, o blog continua maravilhoso como sempre...

    ResponderExcluir
  10. Luciana, o Lex vai aprontar muito, pode esperar!!!

    Vinicius e Letícia, estômagos preparados hein... será necessário...

    Fê, Ana e Edicleia... mais já, já... :D

    Livia, obrigada!!!! A tennysonslady deu uma parada no meio de uma fic 'maravilhosa' porque ela adotou uma bebezinha e deve estar bem ocupada com a filhinha... era um grande sonho dela e até por causa disso em todas as suas fics tem uma criança, já percebeu? Vamos torcer pra que logo ela possa dedicar um pouquinho do tempo pra voltar a escrever, né?

    Obrigada pelos comentários... e continuem acompanhado a história... mas atentos aos aviso, acredite, eles não serão à toa...

    *indo revisar o capítulo 3* :)

    ResponderExcluir

Google Analytics Alternative