31.12.12

New Year's Eve Kiss

Título: Beijo De Ano Novo
Resumo: Chloe tenta encontrar Oliver antes da meia-noite.
Autora: brittany2922
Classificação: PG-13
Nota: História baseada em um episódio de How I Met Your Mother, onde todos decidem ir a diferentes festas de Reveillon.

Chloe parou na frente do espelho de corpo inteiro e conferiu sua aparência dos pés à cabeça enquanto colocava o brinco de argola na orelha esquerda. Externamente, ela parecia como deveria, mas por dentro estava silenciosamente com medo da noite que tinha pela frente.

De algum jeito ela, Oliver, Lois e Clark tinham todos sido convidados para três diferentes festas de Reveillon naquele ano... além disso, já tinham planejado outra com os membros da Liga da Justiça. À princípio estavam tentados a declinar todas as ofertas e ir apenas para a festa particular com os amigos, mas então Lois tinha conseguido surgir com uma razão para eles terem que aparecer em todas elas. Então, todos cederam e agora aqui estava ela num vestido ridículo e saltos extremamente altos e pronta pra passar a noite com um bando de gente que ela mal conhecia.

Chloe ficou aliviada quando conseguiu ao menos convencer seus três amigos a não forçá-la a ir à festa do Planeta Diário. Ela disse a eles que estar rodeada por todos os seus antigos colegas de trabalho, no prédio que simbolizava todos os sonhos dos quais tinha desistido, seria demais pra ela aguentar. Mesmo depois de todo o tempo que passou desde que foi demitida por Lex isso era verdade, pelo menos parcialmente. A verdadeira razão pra sua hesitação no entanto, tinha menos a ver com eles e mais a ver com não ter nenhuma vontade de ficar presa numa sala com Tess Mercer a não ser que fosse absolutamente necessário.

Parecia que Mercy, como Oliver a chamava, tinha recentemente decidido que estava pronta pra perdoar e esquecer o passado e recomeçar seu relacionamento com o playboy bilionário favorito de todo mundo, e só a ideia de ela dando em cima dele fazia a pele de Chloe arrepiar e seu estômago girar. Então ela ficou mais do que feliz em usar uma desculpa que ela sabia que ia funcionar para se livrar dessa obrigação.

Ela olhou para o relógio e sorriu, se saísse agora chegaria a tempo para a festa número dois. Uma reunião oferecida por um velho amigo de Oliver no Ace of Clubs.

Ela jogou o casaco nos ombros, pegou a bolsa e a encheu apenas com o essencial e saiu pela porta... 

Enquanto entrava no clube ela olhou para o relógio e franziu a testa por já ser quase dez horas. O tráfego para chegar ali estava terrível, com táxis para todo lado, então quando estava a doze quarteirões do destino, ela deu um dinheiro ao motorista e decidiu caminhar o resto do caminho.

Ela deu uma volta na sala primeiro, checando o bar, deduzindo que Lois e Clark fariam residência ali, já que sua prima nunca dispensava uma bebida, mas ficou surpresa ao perceber que o casal não estava em lugar nenhum. Sinalizando para o garçom, ela pediu uma taça de champanhe e tomou enquanto começava a circular pela sala mais uma vez. Quando já estava na segunda volta começou a se perguntar se os tinha perdido completamente.

Chloe abriu a bolsa para pegar a cópia do horário que Lois tinha lhe dado, mas parou quando sentiu uma mão forte e quente tocar seu ombro. Ela sorriu brilhantemente enquanto se virava, mas seu sorriso desapareceu rapidamente quando percebeu que não era Oliver, mas o anfitrião da festa a cumprimentando.

"Cameron... oi." Ela disse forçando um sorriso.

"Chloe Sullivan... você está... deslumbrante", ela sentiu o corpo ficar tenso com ele a medindo de cima a baixo.

"Oh... obrigada", ela sutilmente deu um passo pra trás. "Você viu o Ollie? Eu deveria encontrá-lo aqui, juntamente com Lois e Clark, mas eu peguei trânsito."

"Não... não vi nenhum deles", ele respondeu, dando um longo gole de sua taça, "mas você é bem-vinda à minha mesa." Ele apontou para uma mesa vazia e isolada num canto.

"Eu adoraria", ela mentiu, "mas realmente tenho que encontrá-los antes de sentar em algum lugar."

"Tudo bem", ele deu de ombros e bateu a taça na dela antes de dar um passo mais perto. "Mas a oferta continua de pé." Ele então se virou e se aproximou de um pequeno grupo de mulheres que Chloe só podia deduzir pela aparência, que eram modelos e ele passou o braço ao redor da cintura da mais próxima antes de conduzi-la na direção da mesma mesa para a qual a tinha acabado de convidar.

Chloe esperou até ele sumir de vista e então deixou a festa.

Ela parou na rua e procurou o itinerário dentro da bolsa, perguntando-se se tinha errado a ordem das festas. Mexendo nos conteúdos da bolsa, só levou um momento para perceber que de algum jeito tinha esquecido de trazê-lo. Ela grunhiu irritada e pegou o celular para ligar para Oliver. Tocou algumas vezes antes de ir para a caixa-postal. Ela desligou sem deixar uma mensagem e jogou o telefone de volta na bolsa, antes decidindo que talvez fosse melhor ir direto para a festa que seria a próxima da lista...

Chloe grunhiu quando chegou ao décimo andar do prédio... finalmente.

Como alguém podia se mudar por vontade própria para um apartamento nesta altura e sem elevador, mas por alguma razão Jimmy e Kara não se preocupavam com isso. Ela tinha quase certeza que era porque Kara podia subir todas as compras sem esforço nenhum.

Enquanto se aproximava do pequeno apartamento, ouviu a música do outro lado da porta. Ela bateu com força, desejando que alguém a ouvisse com o barulho. Um segundo depois, a porta foi aberta e Kara sorriu brilhantemente pra ela. Claro que Kara a ouviria bater.

"Chloe!" Ela puxou a pequena loira para um abraço apertado. "Estávamos começando a pensar que você não ia vir."

"Desculpe o atraso." Ela percebeu o grande relógio na entrada, quase onze horas. "Eles estão aqui?" ela perguntou sabendo que não havia necessidade de explicar a quem estava se referindo para a loira kriptoniana.

"Não, sinto muito, mas eles já foram, disseram alguma coisa sobre uma festa que tinham que ir."

"Certo", Chloe disse com a testa franzida.

"Chloe!" Uma voz muito inebriada a chamou. Ela olhou pra cima e viu Jimmy cambaleando em sua direção. "Você veio." Ele passou os braços ao redor dela e ela lhe deu um tapinha nas costas.

"Claro que eu vim", ela se afastou e sorriu enquanto ele passava o braço ao redor da cintura de Kara. "Vejo que você está aproveitando a noite."

"Sim... Eu tenho que te avisar... se sua prima algum dia disser que pode beber mais que você... não duvide."

"Bem, eu já sabia disso." Ela deu risada à imagem mental de Lois e Jimmy tomando um gole depois do outro antes de Jimmy finalmente ceder e admitir a derrota.

Jimmy passou o outro braço ao redor dos ombros de Chloe e levou as duas mulheres para a sala, então foi até o bar improvisado, que antes era a mesinha de café, para pegar mais um round de bebidas.

"Então, eu devo dizer", Kara chamou a atenção de Chloe. "Oliver parecia um pouco preocupado quando você não apareceu."

"Ele estava?"

"Estava, na verdade estava muito chateado."

"Hmm", Chloe assentiu e tentou seu melhor para manter o rosto inexpressivo.

"Então eu deduzo pela sua falta de reação que nenhum dos dois está disposto a admitir."

Chloe voltou a atenção para a mulher ao seu lado, mas continuou sem dizer nada.

"Tomarei isso como um não... então, você vai admitir?"

"Kara, eu não sei do que você está falando."

"Claro que não sabe."

"Não sabe o quê?" Jimmy perguntou entregando a elas uma taça de alguma coisa verde misturada com uísque.

"Oliver", Kara respondeu simplesmente.

"Oh, certo", Jimmy disse com um risinho.

Chloe olhou de um para o outro e balançou a cabeça. "Desculpe informar vocês dois, mas Oliver e eu somos amigos... praticamente melhores amigos se não se importam... mas só amigos." Chloe levou a bebida incomum até a boca, mas só tomou um gole mínimo antes de engasgar. "Que diabos é isso?"

Jimmy deu um passo pra frente e falou em tom apressado. "Bem, para aqueles de nós que sabem, é chamado de 'kriptonita líquida', Lois inventou."

"Por que eu não estou surpresa?" ela perguntou balançando a cabeça e ainda tossindo. "Só por curiosidade, qual é o ingrediente principal mais leve?"

Jimmy e Kara explodiram numa gargalhada.

"O quê?"

"Nada", Kara disse. "É só que foi exatamente o que Oliver disse."

"Sim, bem 'grandes mentes' e tudo mais", ela disse.

"Interessante", Jimmy comentou de repente.

"O quê?"

"Você e Oliver."

"Ok, pode parar bem aí... Eu acabei de dizer que Oliver e eu somos apenas amigos... acreditem em mim, ele nunca me olhou de outra maneira."

Jimmy olhou pra ela claramente não acreditando no que ela estava lhe dizendo. "Então por que, quando Oliver tinha todas as mulheres disponíveis dando em cima dele a noite toda, ele estava mais interessado em verificar o relógio do que elas... mesmo mais cedo, quando estávamos na festa do Planeta Diário e Tess estava toda em cima dele, ainda assim ele não estava nem um pouco interessado... nós só meio que deduzimos... sabe. Acho que estávamos enganados." Jimmy levou a taça até os lábios, tentando esconder o risinho.

Chloe tentou não sorrir. Tentou ignorar as palavras de Jimmy e o olhar de Kara. Ela se encontrou olhando para o relógio que já passava das onze e meia. Não importa o que acontecesse, ela não conseguiria chegar na última festa, a pequena reunião com a Liga na Torre do Relógio, a tempo.

"Sabe", Kara disse interrompendo seus pensamentos. "Eu posso te levar até lá e ainda voltar a tempo do relógio soar as doze badaladas."

"Você não se importaria?" ela perguntou esperançosa.

"De jeito nenhum."

Chloe abraçou Jimmy ao se despedir e seguiu Kara para o corredor onde ninguém a veria em alta velocidade.

Menos de um minuto depois, Chloe se encontrou parada na calçada em frente ao apartamento de Oliver. Seus dentes já batendo. Mas não conseguiu se forçar a subir.

Se subisse sabia o que ia acontecer. Ela não conseguiria se impedir de beijá-lo à meia-noite, e isso mudaria tudo e se Jimmy e Kara estivessem errados? Talvez o que eles viram foi só um amigo preocupado por ela não ter aparecido.

Não, ela não podia fazer isso.

Ela sentou em um dos degraus e esperou o começo do novo ano.

Olhando para o relógio pela milionésima vez aquela noite, ela percebeu que faltavam apenas dois minutos para a meia-noite.

Ela estava tão perdida em pensamentos que não ouviu a porta se abrindo, ou percebeu alguém sentando atrás dela.

"Por que você não subiu?" Ele perguntou.

Chloe pulou involuntariamente. "Eu estava hum... eu estava só..." ela não sabia o que dizer a ele, como explicar, então ficou de boca fechada e focou o olhar em qualquer coisa que não fosse ele.

Ela gemeu internamente e agora mais do que nunca queria voltar até Jimmy e Kara e dar a eles um belo sermão por ficar colocando ideias de Oliver estar interessado nela em sua cabeça.  Seus sentimentos pelo amigo que usava couro verde vinha mudando ultimamente. Quando ela estava perto dele constantemente tinha que lutar contra o desejo de lhe dar um tapa ou beijá-lo.

Oliver deslizou para o lado e sentou no mesmo degrau que ela, ficando ao seu lado. Eles ficaram sentados em silêncio por alguns segundos até ouvirem os gritos ao redor das pessoas em contagem regressiva.

Assim que os gritos chegaram no três, Chloe decidiu que era agora ou nunca, se ele parecesse completamente surpreso por suas ações, ela podia culpar a tradição, e então esperar o momento perfeito para ir embora e morrer de vergonha e com a dor da rejeição com privacidade.

Ela virou a cabeça para o homem ao seu lado, mas ficou chocada ao descobrir os lábios dele já a um sussurro dos seus. Sem se perguntar mais, ela agarrou a nuca dele e pressionou os lábios nos dele.

Quando se afastaram ele estava sorrindo. "Você me beijou."

"É tradição", ela explicou, tentando descobrir se ele tinha gostado ou se estava só tentando encontrar um jeito de lhe dizer que ela tinha abusado de seus lábios.

"Sabe, tem um ditado", Oliver começou a mover o corpo mais perto do dela, "que diz que quem você beija quando o relógio bate meia-noite é quem você vai beijar o resto do ano."

"Ah é?" Chloe perguntou, de repente sentindo-se impossivelmente quente. Talvez Jimmy e Kara estivessem certos afinal. 

"É", ele passou o braço ao redor dos ombros dela e puxou seu corpo para o calor do dele.

Chloe o sentiu dar um beijo no alto de sua cabeça e não pôde deixar de sorrir às palavras seguintes.

"Eu realmente espero que seja verdade", ele sussurrou em seu ouvido.

"Eu também", ela respondeu aconchegando-se nele.

____________________________________________________________________

13 comentários:

  1. Awwwwwwww

    Que lindo!!!!!!!

    Obrigada, Sofia, nosso termina maravilhoso com essa linda história!

    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Meiriene!!! Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir
  2. Lindo e fofo demais, Sofia!!!!!

    Edicleia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Edicleia...

      Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir
  3. Me preparando pro Reveillon, não podia deixar de vir aqui conferir se tinha alguma novidade, sempre tem!!!! :D

    Adorei essa fic, muito, muito linda!!!

    Feliz Ano Novo a todos!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seu reveillon tenha sido maravilhoso!

      Que bom que gostou, Lu.

      Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir
  4. Lindo, lindo, lindo, perfeito!!!!!

    Valeu, Sofia por mais um ano repleto de Chlollie e que 2013 continuemos assim!!!!!

    Feliz 2013 Chlolliers do meu coração!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yes, muito Chlollie em 2013!!!!!!

      Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir
  5. Ah!! Que super fofo... Linda, Sofia!!

    Pessoal, que 2013 seja maravilhoso para todos... muita paz, saúde e felicidade... e muito mais Chlollie!
    Feliz ano novo!!!

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito, muito, muito mais Chlollie em 2013!!!

      Que bom que gostou da história, GIL.

      Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir
  6. Ana Luíza Bernardo01 janeiro, 2013

    Fic perfeita pro dia de hoje...

    Feliz Ano Novo a todos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Ana.

      Feliz 2013 pra você e sua família!!!

      Excluir

Google Analytics Alternative