2.7.13

Falling

Escolhi esta fic pra começar as postagens especiais porque acho que em Checkmate foi quando os dois perceberam que havia algo mais, que era amor de verdade... 


Título: Apaixonando-se
Resumo: Uma cena que faltou após os eventos de Checkmate.
Autoras: chloeas e dl_greenarrow
Classificação: R



Ele não tinha parado de tocá-la desde que tinham se reunido há quase três horas.

Já tinham feito amor duas vezes desde que chegaram a Torre do Relógio e ele não tinha nenhuma intenção de deixá-la sair de sua vista pelo resto da noite. Ele deitou atrás dela, braço envolvendo sua cintura, o nariz enterrado em seu cabelo.

Oliver deu outro beijo em sua nuca, então na lateral de seu pescoço, roçando sua mandíbula com o nariz um momento depois.

Chloe virou a cabeça levemente, mas manteve os olhos fechados, um sorriso em seus lábios e seu corpo estava incrivelmente relaxado. As últimas três horas tinham sido intensas de um jeito que nunca havia sido antes entre eles, seu coração estava começando a acelerar contra o peito, porque sabia o que isso significava.

Havia sentimentos envolvidos agora e o fato de quase terem perdido um ao outro no mesmo dia os trouxe à superfície e embora nenhum dos dois tenha trocado uma palavra sobre o que ela havia dito antes, mais cedo naquela noite, e ela desejava que permanecesse assim, os dois sabiam que estava acontecendo.

Ele deu um beijo suave em seu ouvido, então em seu rosto, ouvindo o som da  respiração dela. Ele respirou fundo e expirou devagar, descendo os lábios até o ombro dela e beijando-a ali também. Havia sentimentos, e ele tinha reconhecido isso bem antes deste dia. Ele só vinha fazendo o melhor para ignorá-los. A verdade simples era que ele tinha sentimentos por ela mais profundos que apenas prazer físico desde a primeira vez que tinham dormido juntos. Antes de terem combinado em embarcar nesta história de 'sem laços, apenas diversão' juntos.

Ela estremeceu suavemente e se virou na cama pra ficar de frente pra ele, então abriu os olhos, eles estavam repletos de emoções que vinham correndo por ela nas últimas três horas e ela não se importou em mascará-las. Ela levantou uma mão e tocou o rosto dele, o mesmo sorriso suave ainda nos lábios. Ela não conseguia imaginar o quanto ele deve ter ficado assustado enquanto ela estava longe e então quando Tess lhe contou que tinham sequestrado a 'Watchtower'.

No curto período de tempo em que não conseguiu encontrá-lo, ela ficou incrivelmente assustada, e nem ao menos sabia que havia uma grande e assustadora agência do governo disposta a matar quem quer que soubesse de sua existência. O sorriso sumiu de seus lábios enquanto pensava no que poderia ter acontecido a ele se não tivesse conseguido escapar, ou pior, o que ele teria passado se ela não tivesse conseguido sair viva.

Ele observou o sorriso dela surgir e ir embora quase no mesmo instante e levou uma mão até seu rosto, olhando pra ela atentamente. "Está tudo bem?" ele perguntou.

"Sim", ela respondeu baixinho, correndo o nariz contra o dele. "Você?"

Ele fechou os olhos por um momento, inclinando-se ao toque e beijando o canto de sua boca. "Eu estou bem. Melhor agora', ele murmurou.

"Eu ficaria muito desapontada se você não estivesse", ela disse a ele baixinho, observando seu rosto enquanto ele se aproximava ainda mais.

Ele sorriu abertamente a isso. "Não posso desapontar você", ele sussurrou, beijando-a suavemente.

Ela sorriu e retornou o beijo, deslizando os dedos no cabelo dele e aproximando-se mais dele.

Oliver recostou a cabeça na dela, deslizando uma perna entre as dela e correndo os dedos por sua espinha.

Chloe estremeceu, abrindo os olhos de novo e prendendo a respiração enquanto erguia as sobrancelhas, ela mal tinha recuperado o fôlego depois da última vez.

Os olhos dele escureceram e ela estremeceu, ele aproximou-se ainda mais, capturando os lábios nos dele mais uma vez.

Ela retornou o beijo e passou o braço ao redor dele, sua perna envolvendo a cintura dele.

Ele gemeu suavemente, enterrando uma das mãos no cabelo dela enquanto a beijava. "Espera", ele sussurrou contra sua boca, afastando-se o suficiente para olhar pra ela.

Chloe parou e abriu os olhos, afastando levemente a cabeça para também olhar pra ele. "Alguma coisa errada?"

Ele balançou a cabeça um pouco e respirou fundo, expirando um momento depois. "As armas. Elas estão espalhadas pelo país. Achei que era uma boa ideia ter estoques em vários lugares, só por segurança." Oliver olhou pra ela atentamente. "Eu fiz um mapa de onde elas estão. Vou te dar uma cópia", ele disse baixinho.

Ela arregalou os olhos e piscou novamente, surpresa pelo que ele estava lhe dizendo, seu cérebro tão distante de tudo que tinha a ver com Zod e Tess e Kriptonita, que demorou um segundo para perceber do que ele estava falando, mas quando o fez, ficou alerta, mesmo que não entendesse porque ele estava lhe dizendo isso agora. "Oh... boa ideia."

"Você precisava saber", ele murmurou. "Por segurança." Ele beijou sua testa.

Ela sorriu suavemente. "Obrigada por finalmente me contar onde colocou minhas armas", ela brincou, toda a história do empréstimo de dinheiro e as armas escondidas eram algo que já tinham resolvido, embora também fosse algo que usassem para provocar um ao outro de vez em quando, por diversão. Como quando Oliver constantemente falava sobre ela flertar com ele usando uma carreta e um cão raivoso.

Ele deu um risinho a isso. "Nossas agora", disse a ela, um tom de diversão em seus olhos, embora as palavras fossem sérias.

"Acho que sim, já que você pagou por elas, eu posso compartilhar..." ela sorriu e se inclinou, dando um beijo em seus lábios e quando se afastou, estava séria de novo. "Obrigada por me contar."

Oliver manteve o olhar, assentindo um pouco. "Eu falei sério", ela disse. "Você precisava saber, Chloe. Especialmente agora com a Checkmate envolvida em tudo isso. Quem sabe o que pode acontecer?" Ele colocou o cabelo dela atrás da orelha.

Ela assentiu, observando-o e então parando por um segundo. "Você vai contar ao Clark?" Porque embora ela soubesse que Clark não ia entender e que ele veria isso como uma forma de traição, Chloe sabia que era o que Oliver queria e ela respeitava sua decisão. Clark descobriria mais cedo ou mais tarde.

"Não", ele respondeu, olhando pra baixo por um momento, então de volta pra ela. Ele descansou uma mão em seu quadril, procurando um jeito de dizer o que queria. "Eu não quero que você entenda mal, Chloe, mas eu não tenho muita certeza se devemos confiar em Clark com todos os nossos segredos a esta altura."

Chloe suspirou e fechou os olhos, assentindo. "Eu concordo", ela murmurou, então olhou pra ele, era difícil pra ela dizer isso a Oliver, especialmente depois de Clark ter acabado de ajudar a salvar sua vida, mas ele não era mais o mesmo Clark, o cara com quem ela cresceu e se referiu como melhor amigo por mais de uma década.

Ele estava diferente, todos estavam e embora ainda apoiassem um ao outro em situações extremas, discordavam em muitas outras coisas. Ela confiava em Clark com sua vida, mas não com seus planos. "Não até que ele veja quem Zod realmente é."

Ele suspirou, beijando sua testa. "Aposto que ele ainda pensa que pode revolver tudo com um abraço."

"Eu espero que ele perceba as coisas como são antes que seja tarde demais", ela disse baixinho, correndo os dedos pelo braço dele.

Ele a observou por um longo momento. "Não será tarde demais", ele respondeu. Porque se Clark não fizesse o que era necessário, Oliver faria. Era algo com o qual ele estava começando a se acostumar.

Chloe olhou pra ele e manteve o olhar, apertando os lábios, ela sabia o que ele queria dizer, e desejava que não chegasse a esse ponto, mas se chegasse, ela faria junto com ele e lidaria com as consequências junto com ele. Como um time. Porque mais e mais a cada dia, era o que eles eram.

"Não vamos nos preocupar com isso esta noite", ele disse, beijando seu rosto.

Ela respirou fundo e fechou os olhos, assentindo. "Parece ótimo."

Oliver puxou o corpo dela contra ele e descansou o queixo no alto de sua cabeça, uma mão descansando em suas costas nuas.

Respirando fundo, ela passou a perna ao redor dele e o braço ao redor de suas costas, ficando o mais perto possível e mantendo os olhos fechados enquanto virava o rosto em seu pescoço, dando um beijo em sua clavícula.

Ele fechou os olhos, o ar ficando preso na garganta ao sentir os lábios dela contra sua pele. Ele deslizou a mão pelo cabelo dela, beijando o alto de sua cabeça. A percepção de que tudo poderia ter terminado de um jeito diferente, que ele poderia nunca mais estar com ela desse jeito de novo, nunca mais poder abraçá-la novamente fez seus braços se apertarem um pouco mais ao redor dela.

Chloe relaxou um pouco quando sentiu os braços dele se apertarem ao seu redor, ela virou a cabeça levemente e correu o nariz contra a mandíbula dele, o polegar acariciando suas costas. Ela não queria sair dali nem tão cedo.

"Chloe?" Sua voz era suave e ele se mexeu levemente pra poder olhar pra ela.

Prendendo a respiração, ela abriu os olhos. "Sim?"

"Fica aqui esta noite", ele disse, encontrando seu olhar.

Ela manteve o olhar e assentiu, sorrindo suavemente antes de beijá-lo.

Oliver relaxou, retornando o beijo sem hesitar. Ela estava certa antes quando pegou sua mão. Ele estava se apaixonando por ela. E não era só um pouco. Ele estava completamente apaixonado por ela.

____________________________________________________________________________

15 comentários:

  1. Que fofa a fic... Parabens pela escolha e pela traduçao

    Mio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo essas autoras, Mio. Que bom que também gostou!

      Excluir
  2. Delícia!!!!

    Luciana

    ResponderExcluir
  3. Super maravilhosa, começando com o pé direito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Heloísa!

      Excluir
  4. Eu amo essas duas autoras, estão entre as minhas favoritas. Excelente escolha, climinha de amor e romance no ar <333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra começar com o pé direito! :D

      Excluir
  5. Adorei!! Começamos muito bem o mês... presentão essa fic... Checkmate é o máximo, um marco no relacionamento Chlollie!

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um grande marco... não podia começar de outro jeito. Que bom que gostou, GIL!

      Excluir
  6. Eu adoro essas fics sobre o começo do relacionamento e de como eles lidavam com os sentimentos que estavam brotando.
    Adorei a explicação do Oliver para o que ele fez com as armas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu também amo esses momentos... trazem uma nostalgia, mas é bom... Que bom que gostou, Paula!

      Excluir
  7. Essa fic é uma das poucas q eu ainda não tinha lido, e é simplesmente linda!! parabéns pela escolha.

    Diny

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, que legal! Que bom que gostou, Diny!!!! :D

      Excluir
  8. Eu também não conhecia essa fic, é linda demais!!!!!! Excelente escolha pra começar o mês de aniversário!!!

    ResponderExcluir

Google Analytics Alternative