6.9.10

Repairing the Broken

Título: Reparando O Que Se Quebrou
Resumo: "Uma lembrança doce e amarga que deixa tudo bem, especialmente quando se está com o coração partido"
Autora: simply_steffv
Classificação: G





Eu estou desmoronando...

Ela chora.

Ela chora por aqueles que foram deixados para trás, aqueles que tiveram que enterrar em valas ao longo dessa estrada traiçoeira. Companheiros de equipe, amigos, familiares e aliados, todos se foram, todos exceto ele e ainda assim ela não consegue impedir as lágrimas de escorrerem pelo seu rosto.


Eu mal consigo respirar...

É como se ela estivesse embaixo d'água tentando alcançar a superfície, tocando, saboreando a ideia de ser puxada pra fora, esperando para respirar novamente. Ela nunca alcança. Pelo contrário, ela é puxada mais pra baixo.

Não há nada que ela possa fazer a não ser afundar, porque ela está se afogando e não há ninguém para salvá-la.


Com um coração partido...

Ele se foi. Todos se foram. Ela está sozinha. Está se partindo, consegue ouvir os estalos, e ela consegue sentir o vazio crescendo dentro dela. Ela sabia. Ela sempre soube. Ele iria, todos eles iriam. A contragosto, mas todos se foram. É apenas ela, só ela.


Que ainda está batendo...

Tum. Tum. Tum.

Ela consegue sentir, o sangue correndo em suas veias. Alcançando seu coração.

Tum. Tum.Tum.

Ainda está aqui, relembrando-a que ela ainda está viva.

Tum. Tum. / Tum. Tum. / Tum. Tum.

Há um eco. Ela pode ouvir. Espera, não é um eco. É outro coração batendo. Dentro dela.

Dois corações.


Na dor...

Dói. É uma lembrança de que ele não está aqui. Nenhum deles está. Ela está sozinha, totalmente sozinha.

Mas, ela não está e ainda assim dói porque ele não está aqui.


Há cura...

Ela consegue olhar para sua barriga agora. Não dói pensar neles, nele, não mais. Ela consegue respirar. Não está mais se afogando, não há mais lágrimas.

Tum. Tum.

Ela consegue sorrir. Consegue sentir o movimento dentro dela. Ele também está ali, não fisicamente, mas ele está ali.

Ela não está sozinha, nunca esteve. Ele estava ali, sempre esteve.


Em seu nome...

Oliver Jonas Queen Jr.

Ela sorri. Ele está ali. Há lágrimas de felicidade em seus olhos. Ela está respirando.

Inspira. Expira. Inspira. Expira.

Ela está feliz, e há muito tempo. Seu nome, seu nome.


Eu encontro uma razão...

Seus sorrisos, suas risadas, seus olhos. Ele é deles, só deles.

A prova de que ele esteve ali. Ela ri, ela sorri. Ele é real.

Ela vive por ele.


Então eu estou me segurando...

Ela consegue fazer isso, com ele aqui. Ela consegue viver esta vida. Não precisa mais desistir. Não dói. Está tudo bem. Ela está bem. Eles estão bem.

Tudo vai ficar bem, agora.


Eu mal me seguro em você...

Ela tem que deixá-lo partir. Ele a segura. Ela pode fazer isso. Ela pode deixá-lo. No entanto não vai esquecê-lo. Nunca.

Uma última lágrima, um último sorriso triste. Ela vai vê-lo novamente, mas por enquanto ela precisa continuar.

Oliver Jonas Queen Jr.

É por quem ela vive agora. Ele é uma lembrança, uma doce e amarga lembrança. Uma que vai sempre fazê-la viver em paz. Não dói. Ela consegue respirar. Inspira. Expira. Inspira. Expira.

Tum. Tum.

Ela está viva. Eles estão vivos.

Tudo bem.


Está tudo bem.

_______________________________________________________________________

4 comentários:

  1. Ai, eu leio com lágrimas nos olhos...

    ResponderExcluir
  2. Realmente emocionante... linda... forte...
    Amei!!!

    ResponderExcluir
  3. Tão linda quanto triste :'(
    Vilm@

    ResponderExcluir

Google Analytics Alternative