25.5.11

Friends With Benefits (1/26)

FriendswithBenefitsBanner


Resumo: História baseada no vídeo Friends With Benefits feito pela DiabeticDude202TVS.
Autoras: sxymami0909 e slytherinpunk
Classificação: NC-17
Pares: Chloe/Oliver - Lois/Clark
Banner: dandiandi22
Nota das autoras: Então... decidimos que essa história precisava de um aviso. Há descrição sexual gráfica... porque podemos ter exagerando um pouco no erotismo. Nada maluco, ou você sabe, malvado, apenas... explícito e muito descritivo LOL... Então este foi seu aviso. Se você não gosta desse tipo de descrição é melhor desistir, ou ler apenas os primeiros capítulos LOL.
Original
Nota: Essa fic foi sugerida pela Sam :D




Chloe suspirou enquanto saíam do táxi e iam para o Ace of Clubs. Ela arrumou o vestido verde enquanto caminhavam pela rua. Passava das sete e a noite de Metrópolis estava apenas começando. Ela olhou para sua prima que estava falando mil palavras por minuto enquanto chegavam na entrada e mostravam as identidades.

Lois a tinha convencido de alguma maneira a ir a algo chamado 'aventura de aniversário' que começaria no Ace of Clubs e supostamente terminaria com a visita a um novo lugar de Metrópolis. Lois segurou seu braço enquanto atravessavam a porta do clube arrancando Chloe de seus pensamentos.

"Por que mesmo estamos fazendo isso Lo?"

Lois revirou os olhos. "Ah por favor, Chloe! Só se comemora vinte e três anos uma vez! E você sabe o que o general diria se estivesse aqui?"

Lois deu a sua prima o famoso olhar 'eu sei o que estou falando'. "Ele diria que é anti-americano não celebrar os aniversários!" Ela sorriu como um gato que pega um rato.

"E sério, Chloe... Quem seria melhor companhia para passar seu aniversário do que sua prima favorita?"

Chloe viu o sorriso de Lois pelo canto dos olhos e respirou fundo enquanto entravam no elevador. Lois apertou o botão até a cobertura e as portas se fecharam.

Não é que Chloe se opusesse a comemorar seu aniversário, é que ela preferia passá-lo com alguns poucos amigos mais próximos e familiares do que ficando bêbada num bar enquanto homens aleatórios conversavam com sua prima e a ignoravam completamente.

Ela era atraente do seu próprio jeito, mas a falta de certos atributos, ou pra ser mais específica, de dois em particular, faziam os homens sentirem-se atraídos por Lois. O elevador soou e no minuto em que saíram ouviu-se um alto coro de "SURPRESA!"

Chloe gelou, olhos arregalados enquanto via os rostos familiares ao redor do salão. Sua cabeça virou lentamente na direção de uma sorridente Lois. Ela ia matar sua prima...

O sorriso de Lois aumentou ainda mais. Ela olhou ao redor do lugar, agradecida que Smallville tenha feito sua parte direitinho.

Inclinando-se na direção de sua prima, ela não pode impedir a tontura que a atingia em ondas.

"Ok, então eu sei como você se sente em relação a festas, mas você realmente conhece todo mundo que está aqui. Smallville e eu tomamos a liberdade de convidar alguns dos seus colegas da faculdade..."

Lois franziu o nariz. "Bem, mais... enfim, alguns antigos colegas de trabalho da época em que você estava no Planeta Diário... E alguns baristas do Talon."

Lois acenou enquanto as pessoas se aproximavam e Chloe olhou para os convidados vindo em sua direção lhe desejar feliz aniversário, bebidas em mãos. Ela mordeu a língua e forçou um sorriso enquanto pessoas com quem não falava há décadas a cumprimentavam com abraços e sorrisos falsos.

Ela perdeu Lois em algum lugar no meio da multidão de convidados e quando voltou a procurar sua prima viu Clark sorrindo enquanto a puxava contra seu corpo e a beijava. Chloe rapidamente desviou o olhar da óbvia demonstração de afeto e conseguiu abrir caminho até o bar.

Ela se sentou em um banco e suspirou quando o garçom apareceu na sua frente. "O que você vai querer?"

"Tiramisu Martíni."

Ele piscou enquanto falava. "É pra já Aniversariante."

Ela fez uma careta. Tinha alguém no clube que não sabia que era seu aniversário? Menos de um minuto depois o atendente voltou com sua bebida e ela agradeceu, se afastando do bar, e indo na direção das portas do terraço.

Ela saiu e caminhou na direção da grade e tomou um gole de sua bebida desfrutando da doçura e leve queimor do líquido em sua garganta. Ela se apoiou na grade, bebida numa mão enquanto sentia a brisa suave, fechando os olhos, aproveitando o silêncio e a paz da noite que a rodeava.

Chloe abriu os olhos para observar a cidade. Ela engoliu em seco enquanto esfregava os braços levemente...

Dentro do clube escuro, Lois e Clark aproveitavam a festa. Ela sentiu o estômago apertar ao toque dos lábios de Clark e Lois se sentiu enrubescer enquanto se afastavam. Ele sempre tinha um jeito de deixá-la nervosa, uma coisa que nenhum outro cara havia conseguido fazer.

"Então", ela clareou a garganta, desviando o olhar dele. "Onde está nossa aniversariante? Acho que está na hora do bolo."

Ela escaneou a grande multidão, do bar até a pista de dança e finalmente viu as portas abertas para o terraço. "A-ha!"

Mexendo dentro da bolsa, ela levantou uma mão para Clark e acenou para ele segui-la enquanto abria caminho e lentamente se aproximava de sua prima. Tirando uma coroa de aniversário, ela a colocou sobre os cachos dourados de Chloe.

Chloe se virou assustada e olhou para Lois enquanto suas mãos iam para o alto da cabeça. Ela virou, as mãos segurando a grade, costas pressionadas contra o metal frio enquanto dava um sorriso torto a Lois.

"Uma coroa, sério, Lo?"

Sua prima apenas sorriu e assentiu enquanto Chloe balançava a cabeça com humor. O olhar de Chloe foi para as mãos entrelaçadas de Clark e Lois e seu sorriso desapareceu um pouco. Seus olhos então foram para os outros casais dentro do clube e ela teve que morder o lábio para não suspirar novamente.

Por que todo mundo estava namorando? Ela não conseguia entender. Chloe tinha acabado de terminar com seu último namorado há algumas semanas e agora estava claramente aproveitando a solteirice novamente. Simplesmente não se faziam mais homens como antigamente.

Clark observou Chloe e seguiu seu olhar até os casais dançantes dentro do clube. Ele franziu levemente a testa quando percebeu o sorriso no rosto dela sumir. Lois havia mencionado que Chloe havia terminado com o cara que estava namorando, o que ele não achou nada surpreendente.

Chloe nunca namorava mais do que algumas semanas, ou no máximo uns dois meses. Clark não tinha certeza do porquê, mas ele conhecia a teoria de sua prima sobre isso... Ela tinha uma teoria sobre tudo. De repente ele teve uma ideia e sorriu internamente.

Clark sabia exatamente quem poderia tirar Chloe dessa tristeza. Ele clareou a garganta e Chloe piscou antes de olhar pra ele. Ele sorriu pra ela e soltou a mão de Lois enquanto dava um abraço em Chloe.

"Feliz Aniversário Chlo', desculpe não ter te cumprimentado assim que você chegou. Parecia que você estava sendo bombardeada por um monte de gente. Achei melhor esperar a multidão se dissipar."

Ela deu risada e assentiu.

"Obrigada, Clark."

Completamente alheia, Lois sorriu de orelha a orelha enquanto olhava de um para o outro. "Ok, crianças, o que vocês acham de voltarmos e começar a realmente comemorar, anh?" Ela ergueu as sobrancelhas para enfatizar. "Como um pedaço de bolo para a Rainha Aniversariante?"

Os três amigos voltaram para dentro do clube exatamente quando começava a tocar 'Good Girls Go Bad'. Lois sorriu, piscou para Clark, agarrou a mão de Chloe e a puxou para o meio da pista de dança. Clark deu risada enquanto as assistia dançar como só as mulheres Lane-Sullivan poderiam.

Clark olhou para seu telefone e teve uma ideia. Ele o abriu, digitou uma rápida mensagem e apertou 'enviar'. Quando olhou de volta, franziu a testa quando não viu mais Chloe e Lois.

Ele se virou e as viu no bar. Ele foi até lá e se certificou de não deixar sua namorada beber tudo o que havia no bar. Ele suspirou, definitivamente haveria ressaca de manhã...

Duas horas depois Chloe enfiou a chave na porta, abrindo-a e tropeçando para dentro de seu apartamento. Ela pegou um copo d'água, se jogou na cama e tirou os saltos.

Ela estava exausta e já conseguia sentir a dor de cabeça começando. Ela pegou dois comprimidos de Tylenol, jogou-os na boca, tomou um gole da água, e colocou o copo de volta no criado-mudo.

Ela gemeu e nem se incomodou em tirar a coroa enquanto se enrolava na cama e desmaiava, seus últimos pensamentos foram o estranho sorriso que Clark lhe deu depois de deixá-la em Smallville...

__________

Lois gemeu enquanto dava uma mordida no donut, nem um pouco envergonhada que as pessoas ao redor a ouvissem enquanto apreciava o sabor. Ela fechou os olhos para se permitir saborear melhor a iguaria, e os abriu para ver Clark olhando pra ela de um jeito engraçado.

"Ei, não me olhe assim", ela disse de boca cheia. "Você sabe que eu amo donuts."

Clark revirou os olhos. Ele se sentou de frente pra ela e quando abriu a boca para dizer alguma coisa, a língua dela saiu para fora, lambendo a cobertura do donut. Ele lambeu os lábios e engoliu em seco com a visão em sua frente.

Era por isso que ele não gostava dela comendo donuts no trabalho. Ela os apreciava demais.

Clark balançou a cabeça espantando os pensamentos de uma Lois nua de sua cabeça e clareou a garganta. "Eu queria conversar com você sobre uma ideia que eu tive ontem à noite. Uma coisa que eu acho que vai ajudar Chloe a sair do modo workaholic em que ela está ultimamente."

Sua palavras despertaram o interesse de Lois e ela colocou o donut cuidadosamente sobre o guardanapo enquanto se virava pra ele com as sobrancelhas erguidas.

"Ok Smallville, o que você pensou?"

__________

Chloe gemeu com o incessante zunido no fundo de sua mente. O que era isso? Ela se mexeu e quando percebeu que o som não ia embora, abriu os olhos.

À sua esquerda, no criado-mudo, estava seu celular brilhando e vibrando. Ela suspirou, jogou uma mão na direção dele e apertou o botão enquanto o levava ao ouvido.

Sua voz estava sonolenta e um pouco rouca quando respondeu. "Alô?"

"Ei Chlo', ainda está dormindo?"

Ela olhou para o telefone enquanto respondia. "Não estou mais. Você precisa de alguma coisa?"

"Na verdade eu estava imaginando se você está livre para o almoço. Eu ouvi que Bart está na cidade. Achei que vocês dois podiam acompanhar Lois e eu."

Chloe franziu a testa enquanto se sentava e esfregava os olhos tentando se acordar o suficiente sem sua normal dose de café para processar o que Clark estava dizendo.

"Almoço? Pode ser. O que Bart está fazendo na cidade? É algum trabalho?"

Clark clareou a garganta antes de falar e Chloe podia ouvir o tom estranho. "Ah, você sabe... só visitando."

Chloe conhecia aquele tom. Ele estava lhe escondendo algo. Sua voz assumiu um tom de alerta. "Clark---"

Ele suspirou. "Eu só achei que seria legal a gente sair."

"Mmm ou talvez você está fazendo um favor ao seu colega e armando um encontro?"

Houve uma pausa e então ele respondeu hesitante. "Isso é um não?"

Ela revirou os olhos e olhou para o relógio. Ela se xingou e saiu da cama, caminhando rapidamente para o banheiro.

"Eu não sei. Vamos ver. Eu ligo mais tarde quando souber se vou estar muito ocupada no trabalho, mas agora eu estou atrasada e tenho que ir."

"Chlo---"

"Tchau Clark!"

Ela desligou o telefone e o jogou no balcão do banheiro e abriu o chuveiro. Ela pressionou a testa contra o braço e suspirou profundamente. Este definitivamente ia ser um dia daqueles.

____________
Capítulo 2/26

___________________________________________________________________________

12 comentários:

  1. Amei ler essa história e vou amar lê-la em português!!hihihihi
    Vou me preparar para as partes...calientes =)

    Valeu meninas!!!

    ResponderExcluir
  2. Acho o Bart um fofo e tal, mas me irrita quando o Clark acha que ele é o melhor que Chloe pode ser capaz de arrumar...

    ResponderExcluir
  3. Bom, pelo aviso das autoras, vejo que teremos momentos muito HOT!!! Não vejo a hora de começar... :)

    ResponderExcluir
  4. Que venha todo o erotismo e as cenas muito descritivas lol

    Mas estou curiosa pra saber como vai ser o encontro dela com o Oliver...

    E Clark é um saco!!!!

    Patrícia

    ResponderExcluir
  5. Vinícius25 maio, 2011

    OBAA! HOT, hot hot hot

    ResponderExcluir
  6. Que feliz, começaram a traduzir Friends With Benefits, como já disse essa fic vai ser a salvação pra minha depressão, já to louca pelos próxiomos cápitulos

    Sam

    ResponderExcluir
  7. Vinícius vc não faz ideia do quanto essa fic vai ficar hot... :DDD e... bom, quer dizer, se você já leu, deve saber rs... Mas pra quem não leu, posso garantir, são vinte e seis capítulos, alguns duplos, de pura felicidade...

    Sam, com certeza vai ajudar na sua depressão...

    Eu estou ADORANDO colaborar nessa tradução... alguns capítulos chegam a ter vinte páginas... mas a história é tão boa que não é nenhum pouco cansativo...

    Tenho certeza que todos que estão lendo, vão gostar...

    ResponderExcluir
  8. Vinícius25 maio, 2011

    Angelique, eu não li. ou melhor li só um pouco e desisti. Meu inglês mal quebra um galho, rsrs
    Tô esperando ansiosamente pelo andar da fic e principalmente pelas cenas hots...

    ResponderExcluir
  9. Angelique26 maio, 2011

    Vinicius... fique tranquilo pois não vai ter que esperar muito... :D

    ResponderExcluir
  10. Acho que por isso que a gente ama tanto esse personagem, a gente já a viu lá no fundo do poço, de coração partido, sozinha e então ela encontra o Oliver e tudo o que ela passou vale a pena. Acaba nos dando uma esperança de que algo ainda melhor sempre esta por vir. ^^Não exatamente um Oliver infelizmente ¬¬
    Vilm@

    ResponderExcluir
  11. Relendo essa fic, uma das minhas favoritas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveria existir uma continuação né?

      Excluir

Google Analytics Alternative