22.7.12

A Night Off

Resumo: Oliver decide que Chloe está trabalhando demais.
Autora: the_bluesuede
Classificação: PG-13
Categoria: Romance



"Eu te amo."

Chloe olhou pra cima, surpresa, e então deu risada. "O quê?" perguntou, seu rosto cheio de diversão, mas mesmo assim vermelho.

Oliver deu de ombros. Ele tinha acabado de chegar a Watchtower com a intenção de arrancá-la dos computadores mesmo que isso o matasse. Ele tinha planos para os dois esta noite, e não envolviam registros policiais. "Você parece estar precisando que alguém diga isso pra você." Ele sorriu pra ela, desafiando-a a desafiá-lo.

Ela ergueu uma sobrancelha, seus lábios lutando contra um sorriso antes de se voltar ao trabalho. "Aham."

"Então, no que você está trabalhando?" ele perguntou, dando a volta para ver a tela do computador.

"Policial corrupto."

Oliver teve uma repentina imagem interessante e extremamente sensual de Chloe num minúsculo uniforme policial, brincando de polícia e ladrão com ele no quarto. Ele afrouxou o colarinho. "Oh? Quem?"

"É nisso que estou trabalhando", ela deu risada, mas Oliver percebeu. Ela não achava graça nenhuma.

"Há quanto tempo você está trabalhando nisso?"

"Três dias."

E era por isso que ela não tinha achado graça. "Tudo isso? Normalmente você não demora mais do que umas duas horas pra fazer isso."

Ela deu um rápido olhar feio pra ele.

"Certo. Desculpe." Ele observou a área ao redor dela. Havia vários copos de café vazios do vendedor no final da rua, junto com algumas embalagens vazias de comida chinesa. "Chloe..." ele disse lentamente. "Quando foi a última vez que você deu uma parada?" Ele perguntou. "Ou dormiu?"

Ela deu risada. "Dormir é para os mortais", brincou.

Oliver não riu. Ele entrou entre ela e o monitor.

"Ei!" Ela protestou, irritada por ser interrompida.

"Chloe, como seu amigo, eu estou fazendo uma intervenção. Tem alguma razão pra acreditar que alguém vai morrer nas próximas vinte e quantro horas se você não descobrir quem é este policial?"

"Não, mas..."

"Ótimo. Eu estou tirando você daqui, então. Você pode voltar ao trabalho amanhã."

"Amanhã? Oliver!" Chloe franziu a testa, chocada. Ela pensou por um minuto que ele ia forçá-la a tirar uma hora de folga talvez ou coisa assm, mas ele estava afastando-a pelo resto do dia? Eram só três da tarde.

"Você precisa de uma noite de descanso, Chloe."

A isso, ela ergueu uma sobrancelha. "Diz o hipócrita. Quando foi a última vez que você tirou uma noite de folga?" Ela olhou feio pra ele, esperando. Quando ele não respondeu, ela olhou pra ele com um sorriso vencedor. "Foi o que eu pensei." Ela começou a passar por ele pra voltar ao trabalho.

Oliver a parou facilmente, passando um braço ao redor da barriga dela e fazendo-a voltar alguns passos. "De jeito nehum, Sidekick. Se isso te faz feliz, eu também vou tirar a noite de folga, então."

Ela olhou inexpressiva pra ele. "Isso é uma piada?"

Ele revirou os olhos. "Por que tirar uma noite de folga seria uma piada pra você? Hmm? Por que não pode ser 'Deus, eu tenho o melhor chefe do mundo. Ele está tão preocupado com minha felicidade e sanidade mental que está insistindo que eu tire uma folga do trabalho. Deus ele é tão maravilhoso'. Huh? Por que não é isso, eu te pergunto?"

Chloe bufou, desvencilhando-se dele. "Porque você não é tão maravilhoso assim", ela disse, voltando para o computador. "Apesar do que os tabloides dizem", ela não conseguiu se impedir de acrescentar.

Cinco segundos depois a tela apagou e Chloe arfou. Ela olhou pra cima e viu Oliver segurando um enorme plug na mão.

"Oliver! Eu posso perder todos os meus dados!"

Ele bufou. "Se você perder tudo isso por causa de um desligamento, então estou pagando dinheiro demais por esses computadores."

"Oliver, liga o computador de volta e vai para um bar se você está tão ansioso pra tirar a noite de folga. E me deixa fora disso", ela disse irritada, andando até ele para tentar pegar o cabo de volta. Ele ergueu o braço, deixando fora do alcance dela.

"Quero ver você me obrigar."

Ela revirou os olhos. "Quantos anos você tem, cinco?"

"Eu gosto de pensar que sou pelo menos tão maduro quanto uma criança de oito anos, obrigado."

Chloe tentou não dar risada, tentando pegar o cabo novamente, o que ele prontamente escondeu atrás das costas.

"Você não vai chegar perto de nenhum desses computadores até pelo menos as 10hs de amanhã."

"Dez-- Ollie! Pra que isso?"

"Você precisa de um pouco de diversão na vida. E por acaso eu sou divertido. E isso funciona perfeitamente. Agora se renda e concorde em tirar a noite de folga."

"Não!" ela disse teimosamente, desta vez estendendo a mão atrás dele. Ela se forçou a não pensar em todas as ideias que 'diversão' com Oliver poderia significar. Eram muitas as possibilidades.

Ele trocou a mão que segurava o cabo, forçando-a a procurar atrás dele, dando risada enquanto ela o fazia. Ele manteve o peito de frente pra ela, propositadamente mexendo-se para manter seu corpo entre ela e o cabo.

"Sim", ele insistiu. "Você não quer tirar nem uma noite de folga? Isso não é saudável, Sidekick."

"Você só está bravo porque eu disse que você não é tão maravilhoso quanto acha que é."

"E você está em negação se acredita em si mesma quando diz isso."

Chloe bufou. Então ela parou, um olhar malicioso no rosto. Oliver percebeu a mudança com desconfiança. Ela olhou pra ele de cima a baixo, antes de provocar. "Ou talvez você achou que eu estou dizendo que você é menos do que maravilhoso por outras razões." Ela deu um risinho. "Desculpe", ela se moveu um pouco mais perto dele, perigosamente perto. "Eu feri seu orgulho masculino?"

Ele olhou feio pra ela, tentando antecipar o que ela faria em seguida.

"Tão sensível", ela zombou, correndo a mão pelo peito dele, deixando uma trilha ardente sobre a camiseta preta. "Era de se pensar que você fosse um pouco mais confiante", ela acrescentou, pressionando-se um pouco mais perto dele e fazendo o pulso de Oliver acelerar.

Espera aí só um segundo. Este sou eu. Eu não vou deixar ela jogar essa pra cima de mim!

Quando Chloe estava prestes a usar sua proximidade pra pegar o cabo, Oliver soltou e chutou atrás dele, mandando-o para o outro lado da sala. Ele segurou a mão dela e puxou o corpo dela contra o dele. "Oh, eu sou confiante", ele disse com arrogância. "É você quem está com muito medo pra descobrir."

O ar ficou preso na garganta de Chloe. O que ele estava fazendo? Claro que eles flertavam. Era a segunda natureza dele, e embora Chloe usasse o que ele chamava de 'esperteza feminina' não era nada de mais, mas eles nunca... ele nunca... Ela tentou ignorar o calor correndo por seu corpo ao contato completo com o corpo dele. Ela não podia deixar de notar, mesmo não querendo admitir conscientemente, que o corpo dele era firme em todos os lugares certos. Havia simplesmente... tanto músculo.

"Qual o problema, Chloe?" ele brincou sombriamente. "Nenhuma resposta engraçadinha?"

Fora de sua zona de conforto, Chloe se afastou e foi passar por ele pra ligar os computadores novamente, mas Oliver mais uma vez a pegou pela cintura, trazendo-a de volta. "Eu te disse", ele falou sério. "Eu vou fazer você tirar a noite de folta, de um jeito ou de outro."

Ela apertou os lábios, contrariada. "A noite toda, Oliver?" ela deu uma risada seca, tentando diminuir a crescente tensão de ser segura contra ele daquele jeito. "O que exatamente você quer que eu faça pelo resto do dia?"

"Passe um tempo de qualidade com seu heroi especialista-em-arco-e-flecha preferido, é claro."

Ela deu risada de novo. "E o que exatamente você vai fazer comigo durante uma noite inteira, Arqueiro?" ela perguntou brincando.

Ele ergue uma sobrancelha pra ela. Ela estava falando sério? Se ela não tinha percebido até agora, ele seriamente precisaria trabalhar em suas táticas.

Ele deslizou as mãos pelas costas dela e inclinou-se pra frente para sussurrar em seu ouvido, seu hálito quente mandando uma repentina onda, de alguma coisa que Chloe se recusava a nomear, por todo seu corpo.

"O que você quer que eu faça com você?"

Ok. Socorro. Socorro. Calcinha prestes a cair sozinha, Chloe pensou. Este era Oliver. Isso não.. isto não estava acontecendo.

Mas com base na dura excitação pressionada contra sua barriga, a evidência física discordava.

Antes que ela tivesse a chance de entrar em pânico mais ainda, Oliver a puxou e a beijou, fazendo o corpo inteiro dela queimar de desejo.

Com um beijo, ela zombou internamente. Isso é patético.

As mãos dele deslizaram por suas costas, arrastando o corpo dela contra o dele e inclinando a cabeça dela pra trás até seus lábios se partirem, permitindo que a língua dele mergulhasse em sua boca, onde ele a acariciou sedutoramente.

Chloe soltou um gemido involuntário. Centenas de fantasias sexuais reprimidas sobre Oliver inundando sua mente. Ele estava só lhe beijando e isso já era melhor que qualquer sonho.

O som do gemido baixo de Chloe quase fez Oliver perder o controle. Ele parou o beijo, mordendo o lábio inferior dela e dando um risinho quando ela choramingou em resposta. Ele a beijou suavemente, uma, duas vezes, então levou os lábios até o rosto dela e então desceu até sua mandíbula antes de chupar o lóbulo de sua orelha.

"Eu repito", ele disse contra seu ouvido. "O que você quer que eu faça com você, Chloe? Como eu disse", ele mordiscou sua orelha gentilmente por um momento. "Temos a noite inteira."

Chloe estremeceu, incapaz de se controlar.

Quando ela não respondeu, Oliver pressionou. "Nenhuma ideia, Sidekick? Tudo bem, eu tenho algumas."

A mão dele desceu e subiu por sua coxa, arrastando a saia com ela e roçando sua pele.

"Como o quê?" ela conseguiu perguntar.

"Eu estava pensando em fazer você gritar", ele disse convencidamente, antes de deslizar a mão sobre a calcinha dela. O corpo inteiro de Chloe convulsionou à sensação que acordou seu corpo e ela arfou chocada. Oliver mordeu sua orelha novamente com diversão e puxou gentilmente. "A noite inteira", ele acrescentou num sussurro.


_____________________________________________________________________________

10 comentários:

  1. MINHA NOSSINHORA DAS FLECHAS MÁGICAS!!!! \calor
    não foi só a calcinha da chloe que caiu sozinha... huahauhauahauahauhauahauahauhauaha
    AMEI!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaahahahhaahhaha

      Que bom que amou, Ciça... :D

      Excluir
  2. Quando a Chloe fica apavorada com esse tipo de aproximação é sempre sensacional. Os pensamentos dela são muito divertidos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, os pensamentos dela são engraçadíssimos... :D

      Excluir
  3. Ô Oliver!! Alguém acha que ele é menos que maravilhoso?!!
    E Chloe brincando com fogo... se queimou! Porém, alguém duvida que ela está reclamando?!! haha

    Maravilhosa fic, Sofia!

    GIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, no mínimo ele é maravilhoso!!!! :D

      Que bom que gostou, GIL!!!

      Excluir
  4. Que demais essa história... eita charme além da medida hein, Oliver....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, sem medida nenhuma... :D

      Excluir
  5. POOOOOOOOORRA! Desculpa, eu não ia conseguir comentar essa fanfiction sem dizer um palavrão HUASHUSAUHSAHUUHSAUHSA. Jesus, que isso. Oliver, vem ser confiante aqui comigo, que além de não resistir eu nem deixo a calcinha cair. Eu tiro ela pra você sem dificuldade nenhuma HAUSUHSAUHSAUH OMG! Ótima fic e maravilhosa tradução, como sempre! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha... Estou contigo, Bia... ah, Ollie, você aqui em casa... :DDDDD

      Excluir

Google Analytics Alternative